SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sábado, 7 de maio de 2022

Roma anuncia criação de Secretaria do Semiárido, caso eleito governador

Roma anuncia criação de Secretaria do Semiárido, caso eleito governador
Foto: Divulgação

“Governar é ter prioridades. E o Semiárido será uma das minhas prioridades. Criarei a Secretaria do Semiárido, caso seja eleito governador da Bahia”, anunciou o pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), em entrevista transmitida pelas rádios Líder, de Jacobina e Irecê, e RB, de Ruy Barbosa, na manhã deste sábado (7).

 
O objetivo da medida, segundo Roma, é mudar o paradigma do Semiárido, com a criação de muitas oportunidades de trabalho e renda para os milhões de baianos e baianas que convivem com a escassez de água na maior parte do território da Bahia. “Vamos acabar com o jogo de empurra de governos que nunca buscaram objetivamente soluções para melhorar a qualidade de vida nessa região cheia de potencialidades”.

 
O pré-candidato bolsonarista citou a falta de extensão rural aos pequenos produtores rurais que, assim, ficam sem acesso a tecnologias e crédito para desenvolverem suas atividades agrícolas, além de sofrerem com a burocracia e amarras para a concessão de outorgas de água. “O descaso é total. Vamos mudar o destino do sertanejo e da sertaneja que vivem no Semiárido da Bahia”.

 
Para João Roma, a ideia do sertanejo forte ficou famosa na obra “Os Sertões˜, do escritor Euclides da Cunha, pela capacidade de sobrevivência às adversidades da falta de água. “Com a Secretaria do Semiárido, vamos transformar o sertanejo forte em também um vencedor, que terá a seu favor todos os avanços tecnológicos para, enfim, o Sertão virar um mar de prosperidade e oportunidades”.


O ex-ministro da Cidadania amparou a sua proposta no que já vem sendo realizado pelo governo Bolsonaro. “O presidente Bolsonaro tem sido toda a diferença para aqueles que vivem no Semiárido. A água da Transposição do Rio São Francisco já chegou ao Rio Grande do Norte, chega ao Ceará e, brevemente, chegará a Bahia, porque Bolsonaro já autorizou o Canal do Sertão Baiano, que vai perenizar vários rios baianos”.

 
Roma também voltou a falar do Canal da Redenção, projeto que já vem sendo estudado pelo governo federal para ser o novo eixo da Transposição na Bahia. “Essa iniciativa vai levar água ao Platô de Irecê e transformar essa região na nova fronteira agrícola do Brasil”, afirmou, destacando ainda o compromisso que tem com a desoneração do setor produtivo.


“Outra prioridade que tenho, sendo eleito governador da Bahia, é desonerar o setor produtivo, que é quem gera emprego e renda para a população”, disse o pré-candidato liberal, observando que os seus adversários são mãos pesadas na questão de tributos. “O governo do PT não abriu mão de reduzir o ICMS dos combustíveis e o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, pesou no IPTU e no arrocho aos empresários de Salvador”.


Do Portal Bahia Notícias

Nenhum comentário: