SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quinta-feira, 12 de maio de 2022

Projeto Contos Brasileiros resgata cultura e história do município de Barrocas

Mineradora Equinox Gold patrocina processo de pesquisa e produção de livro audiovisual, que reunirá as memórias da cidade baiana, além de oficinas educativas para a comunidade.

Por que o município de Barrocas tem esse nome? Quando e como surgiu? Quais são as histórias dos moradores que merecem ser eternizadas? Que tipo de mitos, lendas, costumes e valores são transmitidos na cidade? Essas e muitas outras curiosidades serão alvos de uma pesquisa de campo, realizada por alunos e professores das escolas locais, com pessoas de notório saber na região (avós, pais, vizinhos), além de referências bibliográficas. As informações serão reunidas em um livro de contos e também gravadas em áudio para, posteriormente, serem distribuídas, gratuitamente, para a comunidade. A iniciativa foi viabilizada pela Equinox Gold, por meio do patrocínio ao Projeto Contos Brasileiros, com o objetivo de resgatar e registrar a cultura da cidade, além de contribuir para o desenvolvimento do ensino de História, Literatura, Língua Portuguesa, Artes e Geografia.

A previsão é de entrega de 1.000 livros impressos e disponibilização dos contos no YouTube até novembro deste ano. Inicialmente, o Projeto prevê a realização de duas oficinas de contação de histórias e de pesquisa para a comunidade, ainda em maio. A primeira delas será destinada apenas a professores e ministrada pela renomada contadora de histórias mineira, Flora Manga, profissional com larga experiência nos temas e na atividade. A intenção é motivar e aprimorar o conhecimento dos professores de Barrocas envolvidos no trabalho. A segunda oficina é direcionada aos alunos.

Após essas atividades de preparação, ocorrerá a pesquisa de campo que dará origem aos contos, com duração de cerca de um mês. A ação será realizada pelos alunos, sob a supervisão dos professores, e promete agitar o município com a procura por informações e outros elementos da cultura local que, hoje, estejam apenas na oralidade. Posteriormente, haverá, aproximadamente, quatro meses de produção dos textos, revisão, editoração, tratamento das ilustrações criadas pelos alunos, impressão e gravação do audiolivro.

Relevância

Todo esse material coletado na pesquisa de campo para se transformar em livro tem uma grande relevância para as comunidades e para o município, de modo geral. “Quando uma história fica à mercê da oralidade, há vulnerabilidade, pois tudo pode se perder nas gerações. Por isso, é importante o registro, a valorização e a divulgação, sobretudo nas escolas e nas bibliotecas públicas. Pedagogicamente, o estilo de contos curtos ainda torna a história local extremamente palatável e a leitura fácil e fluente. E os contos podem ser adaptados em outros gêneros artísticos, como o teatro, diversificando as ferramentas de aprendizado para variadas necessidades e propostas de ensino”, explica a proponente e coordenadora geral e pedagógica do Projeto Contos Brasileiros, Janaina Dantas.

Ela acrescenta que, em experiências semelhantes anteriores, existem relatos de alunos que nunca tinham lido um livro inteiro, mas, após o contato com um conteúdo que falava da sua história, da sua vivência, das suas memórias afetivas, desenvolveram o interesse e se tornaram “leitores vorazes”. Outro aspecto importante é que o trabalho conta com o engajamento total da comunidade, que, inclusive, escolhe a cor da capa do livro, de acordo com características da cidade participante, e os próprios alunos ilustram os contos.

Por fim, além do benefício cultural, histórico e educacional, existe a geração de emprego e renda no município de Barrocas, com vistas à produção de todo o material audiovisual. “O Projeto Contos Brasileiros vai possibilitar o aprofundamento da compreensão sobre a história e sobre a identidade do município de Barrocas, sua população e, certamente, a contribuição da mineração ao longo dos anos. Para a Equinox Gold, é motivo de muito orgulho ter a oportunidade de propiciar essa experiência”, argumenta o coordenador de Responsabilidade Social da empresa, Jauner Torquato.

O Projeto Contos Brasileiros é viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, patrocinado pela Equinox Gold. Tem o apoio da Prefeitura Municipal de Barrocas e é uma realização de Janaina Dantas Barbosa Lopes, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Sobre a Equinox Gold

Principal produtora de ouro das Américas, a Equinox Gold é uma empresa canadense de mineração, com sete minas em operação, em quatro países: Brasil, Canadá, Estados Unidos e México, além de outros projetos em desenvolvimento. No Brasil, está presente nos estados da Bahia, Maranhão e Minas Gerais. A empresa tem sua atuação apoiada em uma estratégia de crescimento e diversificação, com a meta de produzir um milhão de onças de ouro por ano. Dessa forma, ampliará, também, as oportunidades de desenvolvimento e de cuidado com o meio ambiente, além de promover a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde está inserida. Em 2021, a companhia totalizou uma produção de 602,1 mil onças de ouro.

Sobre a Mineração Fazenda Brasileiro

A Fazenda Brasileiro Desenvolvimento Mineral (FBDM) integra um importante contexto de crescimento da atividade de mineração na Bahia. Há mais de 30 anos em operação, desenvolve lavras tanto a céu aberto quanto em mina subterrânea. Em 2021, a CFEM recolhida totalizou R$ 8,3 milhões, mesmo montante de 2020, representando um reforço fundamental para as receitas públicas. Localizada no município de Barrocas, a FBDM é administrada, desde 2020, pelo Grupo Equinox Gold, que conta também com outro ativo no estado, a Santa Luz Desenvolvimento Mineral (SLDM).

Janaina Dantas, Proponente, Coordenadora Geral e Pedagógica. “ Em experiências semelhantes que tive, alunos que nunca tinham lido um livro inteiro se tornaram leitores vorazes ”.

Foto: Rudson Vieira



Nenhum comentário: