SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

domingo, 25 de julho de 2021

Bahia perde para o Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

Bahia perde para o Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro
Foto: Viviane Moreira / Futura Press / Folhapress

O Bahia conheceu a sua terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. Na manhã deste domingo (25), o Tricolor perdeu para o Atlético-MG, por 3 a 0, no Mineirão, pela 13ª rodada. Com gols marcados no segundo tempo, Hulk balançou as redes duas vezes e Nathan fechou o placar.

 

Com o resultado, o time baiano permanece com 17 pontos, mas corre o risco de perder posições na tabela de classificação com o desenrolar da rodada. Já o Galo segue na vice-liderança com 28, três a menos do que o Palmeiras, que é o primeiro.

 

Na próxima rodada do Brasileirão, o Bahia recebe o Sport, em Pituaçu, no domingo (1º), às 18h15. Porém, antes disso, o Tricolor encara novamente o Atlético-MG, na quarta-feira (28), às 21h30, de novo no Mineirão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

 

O JOGO

Com três volantes protegendo a defesa, o Tricolor começou o jogo esperando o Galo no seu campo para tentar escapar em velocidade no contra-ataque. E foi assim que aconteceu a primeira finalização da partida. Após recuperar a bola na entrada, Rossi foi acionado em velocidade sendo parado com falta. Na cobrança, Rodriguinho levanta a bola na área e Ligger cabeceia para fora. Dono da casa, o Galo tinha mais posse de bola, mas não conseguia furar o sistema defensivo do time baiano e não levou perigo à meta de Matheus Teixeira no início do duelo no Mineirão. Na primeira tentativa, Hulk ficou na barreira ao bater uma falta da intermediária. Mas aos 11, Nacho Fernández bateu bem uma falta buscando o ângulo, mas Matheus Teixeira desviou com a ponta dos dedos e a bola bateu na trave.

 

O Tricolor chegou com perigo aos 15 minutos. Na entrada da área, Gilberto tocou para Rodriguinho, que foi travado pela marcação na hora da finalização. Cinco minutos depois, Nino recebeu na direita e cruzou buscando o camisa 9, mas Mariano cortou mandando para escanteio.

 

Rossi foi acionado em velocidade mais uma vez pela direita aos 23 minutos. O atacante foi derrubado por Júnior Alonso próximo à linha de fundo. A cobrança da falta foi em jogada ensaiada. Rodriguinho rolou para a entrada da área e Lucas Araújo chegou batendo, mas mandou por cima do gol de Everson.

 

Aos 27 minutos, Rossi caiu sozinho com dores no tornozelo. O atacante deixou a partida para receber atendimento médico. Mas para alívio do Tricolor, ele conseguiu retornar ao gramado.

 

O Tricolor teve outra chance aos 34 minutos, novamente Ligger. Na cobrança de falta de Rodriguinho, o zagueiro apareceu na área e cabeceou para o gol, mas Everson, bem posicionado, encaixou sem dificuldades. Quatro minutos depois, o Galo tentou responder. Hulk foi lançado pela direita, mas Matheus Teixeira saiu muito bem e cortou a jogada mineira.

 

Nos minutos finais, os donos da casa tentaram uma blitz na área do Bahia, mas a defesa conseguiu se segurar.

 

Segundo tempo

O Tricolor voltou do vestiário com a mesma formação. Por outro lado, o técnico Cuca mexeu no Galo. Tchê Tchê entrou no lugar de Franco, enquanto Borrero deu lugar para Eduardo Sasha. O jogo recomeçou como no primeiro tempo. Bem postado na defesa, o time baiano manteve a estratégia de sair em velocidade nos contra-ataques. Enquanto os donos da casa, com mais posse da bola, buscavam o ataque, mas sem conseguir criar uma chance clara de gol.

 

Hulk abre o placar para o Galo
O Galo abriu o placar com Hulk aos 12 minutos. Após a tabela, o camisa 7 recebeu a enfiada de bola em velocidade e tocou na saída de Matheus Teixeira. Atlético-MG 1x0 Bahia

 

O técnico Dado Cavalcanti foi obrigado a modificar o Tricolor aos 18 minutos. Lucas Araújo se machucou e pediu para sair. Matheus Galdezani foi o substituto.

 

Aos 24 minutos, o Tricolor levou perigo ao gol mineiro com Rossi em cobrança de falta. No minuto seguinte, foi a vez de Matheus Galdezani bater forte, do meio da rua, obrigando Everson a cair e fazer boa defesa espalmando para fora.

 

De pênalti, Hulk marca o segundo
O Galo chegou ao segundo gol novamente com Hulk, de pênalti, aos 34 minutos. Após o time mineiro recuperar a bola na intermediária baiana, Hulk foi acionado e caiu na dividida com Matheus Teixeira. Antônio Dib de Moraes assinalou a penalidade máxima aos 32. O mesmo camisa 7 foi para a cobrança e estufou as redes. Atlético-MG 2x0 Bahia

 

Matheus Teixeira ainda evitou o terceiro gol mineiros aos 44 minutos. Zaracho recebeu a inversão de bola, já dentro da área, dominou e bateu para a grande defesa do goleiro tricolor.

 

Nathan faz o terceiro para o Galo
Mas o Galo chegou ao terceiro gol aos 45 minutos com Nathan. Cobrança de escanteio pela direita da defesa baiana, no bate e rebate, a bola sobrou para o camisa 23 que estufou as redes. Atlético-MG 3x0 Bahia

 

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG 3x0 Bahia
Campeonato Brasileiro - 13ª rodada
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 25/07/2021 (domingo) 
Horário: 11h
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglésias Araújo Silva (ambos do PI)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Cartões amarelos: Dodô, Mariano (Atlético-MG) / Rossi (Bahia)

Gols: Hulk, duas vezes, Nathan (Atlético-MG)

 

Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Júnior Alonso e Dodô (Réver); Allan, Franco (Tchê Tchê) e Nacho Fernández (Hyoran); Borrero (Eduardo Sasha), Zaracho e Hulk (Nathan). Técnico: Cuca.

 

Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Ligger, Conti e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Jonas (Raniele), Patrick e Lucas Araújo (Matheus Galdezani); Rossi (Oscar Ruiz), Rodriguinho (Maycon Douglas) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.


Do Portal Bahia Notícias/por Leandro Aragão

Nenhum comentário: