SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Após recomendações, WhatsApp continua permitindo usuários que não aceitaram nova política

Após recomendações, WhatsApp continua permitindo usuários que não aceitaram nova política
Foto: Agência Brasil

O WhatsApp se comprometeu a continuar permitindo o acesso de usuários que não concordaram com nova política de privacidade à ferramenta. A decisão foi tomada após a plataforma receber recomendações de quatro órgãos públicos de fiscalização na última semana (lembre aqui). A nova norma deve entrar em vigor neste sábado (15) e não será feita nenhuma restrição de uso do aplicativo pelos próximos 90 dias.

 

Segundo o jornal O Globo, a empresa americana atendeu a recomendação e se comprometeu a conversar com o Ministério Público Federal (MPF), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) e a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon) para discutir os pontos de preocupação.

 

Em documento conjunto, os órgãos recomendaram que a empresa adiasse a implementação da nova política, citando preocupações com a privacidade dos dados pessoais, do direito dos consumidores e com o efeito na concorrência do mercado.

 

O WhatsApp também assumiu o compromisso de, durante o período de 90 dias após a norma entrar em vigor, colaborar com o Cade, o MPF, a Senacon para discutir os pontos de preocupação apresentados pelas entidades. Nesse processo, os órgãos devem fazer novas análises e questionamentos.

 

Na semana passada, o WhatsApp informava que ninguém teria as contas excluídas já neste sábado, mas os usuários receberiam “persistentes” avisos e teriam suas funções no aplicativo “gradativamente limitadas”.

 

De acordo com a ANPD, o Whatsapp vai continuar notificando os usuários sobre as alterações da política de privacidade mesmo neste período de 90 dias. Com a nova negociação entre a empresa e os órgãos, os lembretes só se tornarão "insistentes" após esse período.


Do Portal Bahia Notícias

Nenhum comentário: