SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

segunda-feira, 11 de julho de 2022

Polícia flagra ‘gato’ de energia em unidade de rede de fast food na Bahia

Polícia flagra ‘gato’ de energia em unidade de rede de fast food no bairro de Itapuã, em Salvador | Foto: Divulgação/Neoenergia

Um “gato” de energia foi flagrado em uma unidade de rede de fast food, no bairro de Itapuã, em Salvador. A irregularidade foi encontrada no sábado (9) pela Polícia Civil e agentes da distribuidora Neoenergia Coelba, durante uma ação conjunta na capital baiana. O nome do estabelecimento não foi divulgado.

A distribuidora desativou a ligação irregular e informou que outras sete unidades da mesma rede, em cinco municípios baianos, foram flagradas furtando energia.

A Neoenergia Coelba detalhou que o estabelecimento foi mapeado pela distribuidora após operação de combate ao furto de energia realizada em todo estado, que tinha como foco estabelecimentos comerciais do ramo alimentício.

O “gato” era utilizado para o fornecimento de energia dos estabelecimentos, sem a medição do consumo. Na operação foram recuperados 450 mil quilowatt-hora (kWh) de energia, o suficiente para abastecer mais de quatro mil residências durante um mês.

Para identificar as unidades como possíveis consumidoras irregulares, a distribuidora utiliza softwares associados a sensores inteligentes que controlam o fluxo de energia elétrica na rede de distribuição, auxiliando as ações de investigação em campo. Esses sistemas permitem uma maior assertividade das operações de combate ao furto de energia.

A empresa ainda informou que participaram da ação, 14 técnicos e eletricistas da distribuidora, além de profissionais da Polícia Civil e da Polícia Técnica.

O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até a oito anos de reclusão pela prática ilegal. 

Do Portal NS/Fonte: g1 BA

Nenhum comentário: