SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sábado, 11 de junho de 2022

Professor de escola de futebol é condenado a mais de 80 anos de prisão por estuprar alunos

Professor de futebol é condenado a mais de 83 anos de prisão por estuprar alunos em Porto Seguro | Foto: Arquivo pessoal

Um homem foi condenado a 83 anos e 11 meses de prisão em regime fechado, por estuprar seis crianças e adolescentes alunos de uma escolinha de futebol onde atuou como professor em Trancoso, distrito da cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia. As informações são do g1.

De acordo com a sentença, a decisão da juíza Michele Menezes, da segunda vara criminal de Porto Seguro, foi assinada no dia 30 de maio, mas a divulgação ocorreu nesta sexta-feira, 10 de junho. Wanderson de Souza Vieira estava preso desde novembro de 2020, quando a mãe de uma das crianças denunciou o caso.

Segundo a polícia, as investigações apontam que o então professor teria abusado sexualmente de alunos da escolinha de Futebol Júnior Trancoso, entre os anos de 2016 a 2019.

A juíza responsável pelo caso ainda afirma que ficou comprovado o crime de estupro de vulnerável do treinador contra seis vítimas.

Além dos abusos, Wanderson de Souza Vieira também tirava fotos íntimas das vítimas. Ele utilizava as fotos para ameaçar os adolescentes e dizia que, caso contassem sobre os abusos, divulgaria o conteúdo.

O treinador também usava o esporte como ameaça. Segundo a delegada, ele dizia que os alunos perderiam chances em grandes campeonatos se o denunciassem.

Em 2020, a delegacia de Arraial D’ Ajuda começou a investigar o professor após a mãe de um aluno ligar pra o Disque Denúncia.

Wanderson de Souza Vieira mantinha relações sexuais com os alunos no centro de treinamento da escolinha, nas viagens com o grupo e no primeiro andar da casa onde morava com a mãe, em Trancoso. Ela foi ouvida e disse que não sabia de nada.

Na ocasião, ele foi preso temporariamente e investigado pelos crimes de estupro de vulnerável, favorecimento de prostituição a menores, corrupção de menores e divulgação fotográfica envolvendo menores.

Do Portal NS

Nenhum comentário: