SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Capoeirista de Serrinha recebe título de DR Honoris Causa em Minas Gerais.

No dia 11 de dezembro de 2021, no Terceiro Encontro Nacional de Líderes e Mestres da Universidade Brasileira de Artes Marciais Interestilos e Terapias Orientais (UBAMITO), na cidade de Juatuba, Minas Gerais,  foi outorgado ao Ilustre Senhor, Anteogenes de Oliveira Lima, (conhecido como Contramestre Téi) do município de Serrinha-Bahia, o Título de Doutor Honoris Causa na Arte da Capoeira pelo seu notório saber e legado vivencial nesta Arte.

Sendo também o mesmo empossado na Cadeira número 01 da cidade de Serrinha, e da cadeira número 02 da cidade de Sabará-MG. Ficando como representante Nacional de Serrinha-BA e Sabará-MG na Academia Brasileira de Capoeira, Letras, Ciências e Cultura.

Início na arte

O Contramestre Téi iniciou na capoeira em meados dos anos 90 no Centro Social Urbano (CSU) de Serrinha, com o Mestre Gival do grupo Kilombo com quem ele permanece até os dias atuais.


Ao longo de sua trajetória percorreu quase todos os estados brasileiro com a capoeira que faz parte de sua vida.

O mesmo levou o grupo Kilombo para a cidade de Sabará-MG em 2003 onde implantou uma filial do grupo Kilombo e desenvolve a capoeira e outras atividades culturais  nas comunidades da cidade, além de ser responsável por outras filiais nas cidades de Belo Horizonte, Nova Serrana e  Perdigão.


O grupo desenvolve intercâmbios culturais nacional e internacional proporcionando momentos únicos para os praticantes e apreciadores desta arte e cultura popular.

Ele (Téi) lembra sempre da base e todos os ensinamentos do Mestre Gival, que é o seu espelho para se manter firme na caminhada, trabalhando junto com as comunidades para retirar as nossas  crianças e os nossos  jovens do mundo tortuoso.


"A capoeira é mágica, nos põe em lugares inexplicáveis, nos proporciona momentos sem igual e isso é muito gratificante e cada dia que passa o desejo de fazer o bem sem olhar a quem só aumenta", frisou o Contramestre Téi.

"Vou  lembrar uma frase que depois que escutei do saudoso Mestre Kako que também  sempre me incentivou nesta caminhada para não desistir e que também faz parte de todos os frutos que estou colhendo: Deus é bom e gosta da gente", destacou o capoeirista serrinhense.






2 comentários: