SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Invicto há 11 jogos, técnico Railton Santos anuncia saída do Unidos de Barrocas após eliminação nas semifinais

Técnico anunciou sua saída logo após a derrota no domingo

É inquestionável que a equipe do Unidos de Barrocas fez uma boa campanha já na sua estreia na Copa Cipava em Osasco São Paulo. O time com apenas três meses de fundado, conseguiu o feito de chegar até as semifinais do certame, mas acabou eliminado no último domingo dia (21) com um derrota contra o Vem Que Tem, que foi muito questionada pois o time jogou muito abaixo do futebol que vinha marcando sua campanha. 

Logo após a partida, em contato com o JNV, o técnico José Railton Silva dos Santos, revelou que havia entregado o cargo ao Presidente Nego de Lizinha, e que não seguiram mais na função apesar do dirigente ter pedido que ele aguardasse. O barroquense porém, afirmou que seguirá apoiando o time, e inclusive estava construindo um espaço, onde funcionará a sede do clube.

Railton de branco, com jogadores do Unidos de Barrocas

Quanto aos motivos, ele não se prolongou, mas revelou que vinha sendo muito criticado, e não queria perder amigos por culpa do futebol: "Eu como tinha falo, que sendo campeão ou não eu iria sair do cargo e hoje eu já falei ao presidente Nego que vou deixar o cargo. Pra mim não dá mais, não é que eu não aguento derrota, pois hoje completaria 12 jogos sem derrota, mais eu não vou seguir mais", afirmou no domingo.

Na segunda-feira (22), Railton reafirmou que realmente havia decidido por não continuar apesar do Presidente não querer aceitar a sua saída: "Eu já decidi, tô fora do time. Pra mim não dá. É muita crítica, muito conversinha por fora, então eu não quero essa vida pra mim, não quero perder amizade por causa do futebol. Vou torcer pro time sempre, vou tá com eles na torcida, mais não quero tá mais na comissão", afirmou. Railton que é pedreiro de profissão, está em São Paulo desde 1996, e sempre esteve envolvido com o futebol de várzea. 

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Nenhum comentário: