SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Cachorros protegem corpo de idoso que morreu ‘gritando de dor’ após esperar 6 horas pelo Samu

Animais protegeram corpo do dono e não deixaram ninguém se aproximar após ele falecer em Peruíbe, SP | Foto: g1 Santos

Um idoso morreu em Peruíbe, no litoral de São Paulo, após esperar mais de seis horas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Uma moradora que estava no local relata que ele faleceu gritando, com dores, caído no chão de um bar, e que os cachorros de estimação dele ficaram junto ao corpo, o protegendo, sem deixar ninguém se aproximar.

O caso ocorreu em um bar localizado na Estrada Armando Cunha, próximo ao Km 7,5, no bairro São Francisco, na zona rural do município, na tarde de sexta-feira (29). Conforme a dona de casa Andrea Nunes Gonçalves, de 50 anos, ela passava em frente ao estabelecimento quando ouviu os gritos de Damião de Almeida, de 68 anos, e parou para ajudar.

O dono do bar e um outro homem que estava no local informaram que Damião estava reclamando de muitas dores nas costas, e que acionaram o Samu, por meio do telefone 192, por volta das 9h30, mas que, quatro horas depois, o atendimento ainda não havia chegado. Andrea ligou novamente para solicitar atendimento, pedindo urgência. Segundo ela, o médico chegou a perguntar o que o idoso tinha, mas eles não souberam informar.

Após uma hora, o homem que havia ligado às 9h30 voltou a ligar, já que o atendimento não havia chegado. Porém, segundo a dona de casa, um atendente do serviço de saúde afirmou que “ninguém morria de dor”, e que havia atendimentos mais urgentes a serem realizados.

“Um descaso total. Ainda depois, a polícia chegou e perguntou por que não socorremos, mas eu não dirijo, não tínhamos como levar ele, a ambulância tinha que ter vindo. Só veio depois que ele morreu, mas era tarde demais. Ele estava se debruçando e gritando de dor, morreu ali no chão de um bar, sozinho, sem socorro. E quando ligamos, antes de ele falecer, o atendente ainda disse que ninguém morria de dor”, conta.

Após a morte do idoso, pouco antes das 16h, o Samu chegou ao local e tentou reanimá-lo, sem sucesso. De acordo com a Polícia Civil, a morte da vítima foi constada às 15h51.

Em nota, a Prefeitura de Peruíbe esclareceu que o Samu fica em Itanhaém, cidade vizinha, e é responsável pela regulação do atendimento de cinco municípios da região. Quando um solicitante de algum desses municípios liga no 192 para informar um caso de urgência, e pede uma ambulância, o telefonema é redirecionado ao Samu Regional, que faz o atendimento e a regulação do caso.

O órgão afirma que a USB (ambulância do Samu) foi acionada apenas às 14h52.

Do Portal NS/Fonte: g1 Santos

Nenhum comentário: