SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Agricultor recolhe sucatas e cria minitrator e arado motorizado em Biritinga: ‘Ganha tempo e economiza muito dinheiro’

Genilson Cruz criou minitrator com sucatas na cidade de Biritinga, interior da Bahia | Foto: Reprodução/TV Bahia

Um agricultor no povoado de Boa Vista, em Biritinga, cidade da região sisaleira da Bahia, criou um minitrator com sucatas e peças de um carro sem uso e conseguiu transformar as latarias em um equipamento útil para o cultivo da roça. Além disso, com a velharia, ele conseguiu desenvolver um arado motorizado e outros equipamentos para acelerar a produção e economizar dinheiro na lavoura.

Genilson Cruz conta que todo o material utilizado para fazer o maquinário foi reciclado e consegue agora desenvolver o trabalho em tempo mais ágil e diminuir os custos da mão-de-obra.

“Eu vi na oportunidade de ter sucatas, pedaços de lata velha e carro velho, e vi a oportunidade de fazer um equipamento que está me ajudando na manutenção da roça. E uma forma e baratear e fazer com que as coisas aconteçam. Foi usado todo material reciclado. Todo de sucata e coisa descartada e a gente colocou para funcionar e servir para a agricultura familiar”, disse o lavrador-inventor.

Cultivador motorizado também foi desenvolvido pelo lavrador | Foto: Reprodução/TV Bahia

De acordo com Genilson, com o cultivador motorizado desenvolvido por ele, é possível fazer no período de uma hora o que um homem sozinho com uma enxada não consegue fazer durante um dia inteiro de trabalho. O equipamento serve para limpar o espaço entre as linhas de plantio.

“A gente fez essa forma aqui de baratear também o custo e a mão-de-obra, onde um cidadão trabalhando com a enxada o dia inteiro não dará a produção de uma hora usando esse equipamento aqui. Ganha tempo, economiza muito dinheiro e pode plantar uma área maior”, afirmou.

Enquanto ele desenvolvia seu “laboratório” na garagem de casa, pessoas próximas duvidavam que o monte de sucata um dia teria utilidade. O frentista Wagner Cerqueira é amigo do agricultor e admitiu que desacreditou das invenções. Agora confessa ter sido “vencido” por Genilson e elogiou o esforço pelas produções.

“Duvidei. Chamei até de louco. Ele me desafiou, eu desafiei ele, mas não teve jeito: o homem é inteligente e está aprovado o trabalho dele”, declarou.

Do Portal NS/Fonte: TV Bahia

Nenhum comentário: