SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Tensão com saída de Garcia do DEM não foi superada por condução 'desastrada' de Doria

Tensão com saída de Garcia do DEM não foi superada por condução 'desastrada' de Doria
Foto: Divulgação

As rusgas entre o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o presidente nacional do Democratas, ACM Neto, ainda permanecem. Tanto continuam, que um dos sintomas seria o encontro de Neto com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) (relembre aqui). Interlocutores do ex-prefeito de Salvador apontaram ao Bahia Notícias que a condução 'desastrada' de Doria durante a filiação do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, ao PSDB ainda não foi superada. Doria disse que "perdoou" ACM Neto e espera estabelecer relação com DEM no futuro (veja mais), nesta terça-feira (6). 

 

Políticos próximos a Neto apontam que o "grande problema" foi a forma que Garcia saiu do partido. Doria teria precipitado um processo que poderia ter sido "conduzido de outra forma". Neto se pronunciou logo após a migração e filiação do vice-governador paulista, Rodrigo Garcia (ex-DEM), ao PSDB. Para o político baiano, a articulação do mandatário tucano é uma postura desagregadora e demonstra inabilidade política (relembre aqui).

 

Com o impasse, o futuro do Democratas em terras paulistas ainda segue indefinido. Fontes baianas do partido revelaram que o DEM em São Paulo está discutindo como irá se posicionar para as eleições de 2022. Uma das hipóteses seria trazer o ex-tucano Geraldo Alckmin, como um contragolpe, já que o político tem conversas iniciadas com o Democratas, ou seguir com Garcia. A relação de Neto com o antigo correligionário é de "amizade próxima".

 

Apesar das críticas feitas à condução de Doria no processo de filiação de Garcia, Neto nunca citou nominalmente o vice-governador de São Paulo. De acordo com pessoas da convivência dos políticos a "amizade pessoal foi preservada". 

 

Apesar disso, Neto não descartaria um diálogo com o PSDB após as prévias, caso Doria saia vencedor. Ainda assim, interlocutores do presidente nacional do DEM revelaram que Neto segue em diálogo com Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB. O democrata teria sinalizado que após as prévias tucanas, ele não recusaria dialogar, apesar de agora "não cogitar". 


Do Portal Bahia Notícias/por Mauricio Leiro

Nenhum comentário: