SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

terça-feira, 1 de junho de 2021

Projetos de autoria do líder do PT na ALBA, deputado Osni Cardoso, são aprovados na CCJ

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Bahia aprovou, nesta terça-feira (1), dois projetos de autoria do líder do PT na Casa, deputado Osni Cardoso. O Projeto de Lei nº 23.497/2019, que institui o Dia Estadual da Vaquejada, a ser comemorado em 6 de setembro, e o projeto de lei nº 23.144/2019, que institui o dia 14 de março como o Dia Marielle Franco - Dia Estadual de Luta contra o Genocídio da Mulher Negra.
 
Com grande importância cultural, econômica e social para o Nordeste Brasileiro, principalmente no semiárido, a vaquejada é a festa mais tradicional do ciclo do gado nordestino. Para o deputado Osni Cardoso, essa “é uma das mais genuínas manifestações do povo, se constituindo, certamente, num dos mais valorosos símbolos da bravura do povo do Nordeste”. O líder do PT na Alba ressalta que “a instituição do Dia Estadual da Vaquejada é importante para que esta cultura seja ainda mais valorizada, reforçando a história de um povo lutador, desbravador e, acima de tudo, arraigado ao meio rural”.
 
A respeito do projeto que institui o Dia Marielle Franco, o líder do PT na Alba destaca que a ideia é fazer com que o 14 de março seja referência no Estado, para que as instituições públicas e privadas possam debater, discutir e maximizar a luta em favor da igualdade social e de gênero, além de combater o genocídio das mulheres em toda a Bahia. “Marielle Franco é uma das principais referências da luta pelos direitos humanos no Brasil. Sua trajetória de vida e militância inspirou e inspira muitas outras pessoas a resistirem e a conquistarem um mundo justo, igualitário e pacífico. Desta forma, é importante ressaltar o combate ao genocídio não só para as mulheres, mas para toda a população a fim de propiciar uma conscientização social para o tema”, explicou Osni.

Da Assessoria de Comunicação do Deputado Estadual Osni Cardoso


Nenhum comentário: