SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

terça-feira, 1 de junho de 2021

Bahia vence o Vila Nova em Goiânia e fica em vantagem na Copa do Brasil

Bahia vence o Vila Nova em Goiânia e fica em vantagem na Copa do Brasil
Foto: Bruno Queiroz / EC Bahia

O Bahia venceu o Vila Nova por 1 a 0 nesta terça-feira (1º), em Goiânia, e abriu vantagem na terceira fase da Copa do Brasil. A única bola na rede anotada na partida foi de Rodriguinho, no início da segunda etapa.

 

Com o resultado, basta um empate na segunda partida para o Esquadrão garantir a classificação. As duas equipes se reencontram no próximo dia 9 de junho, às 19h, em Pituaçu.

 

Antes, o Tricolor volta a jogar pelo Brasileirão no próximo sábado (5), às 21h, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.
 

 

O JOGO

 

Os primeiros minutos de jogo foram com o Bahia buscando o ataque. Aos três minutos, Rossi cruzou, a defesa do Vila dormiu, mas Rodriguinho não conseguiu dominar bem e perdeu uma boa chance de marcar. Três minutos depois, Thonny Anderson ficou com a bola na grande área e chutou em cima da defesa.

 

O Tricolor teve uma grande situação aos oito minutos. No lance, Thaciano cruzou, Rodriguinho completou e chutou na trave após desvio do goleiro. Na sobra, Thonny Anderson chutou e a bola pegou no braço de um defensor do Tigrão. Em uma nova sobra, Patrick levou um pontapé de Walisson Maia e os jogadores do Esquadrão pediram pênalti. Mas nada foi marcado.

 

Aos 16 minutos, quase o primeiro gol do Bahia. Rodriguinho lançou Thonny Anderson, que chutou para grande defesa de Georgemy. O rebote quase ficou com Thaciano, mas a defesa do time vermelho afastou.

 

Thonny Anderson acerta a trave

 

Em um contra-ataque rápido, Rossi acionou Thonny Anderson na entrada da área. Ele driblou o zagueiro, viu o goleiro se adiantar e deu um tapa por cima. Caprichosamente, a redonda bateu no pé da trave. Aos 34, foi a vez do time da casa. Kelvin cobrou falta e Claus saiu para fazer a defesa.

 

Com 35, Rodriguinho tabelou com Thaciano na entrada da área e mandou por cima do gol. Aos 42, Kelvin bateu colocado e Mateus Claus fez uma boa defesa.

 

Segundo tempo

Rodriguinho abre o placar

 

Logo no primeiro minuto da etapa final, o Bahia abriu o marcador. Na jogada, Rossi recebeu no lado direito e cruzou na medida para Rodriguinho, que cabeceou no contrapé do goleiro Georgemy para balançar a rede.

 

O Vila Nova quase empatou o jogo aos 13 minutos. No lance, João Pedro mandou uma bomba para grande defesa de Mateus Claus. Três minutos depois, quem passou perto foi o Tricolor. Rodriguinho dominou na grande área e chutou forte para Georgemy salvar o Vila.

 

Aos 25 minutos, Pedro Júnior levou a melhor na dividida na entrada da área e ficou na cara do gol. Ele finalizou e Mateus Claus fez uma sensacional intervenção.

 

Dudu acerta o travessão

 

O Vila ficou muito perto do gol de empate aos 36. Em boa cobrança de falta, Dudu acertou o travessão defendido por Mateus Claus.

 

Alesson sofre pênalti, mas juiz não marca

 

O Bahia ficou na bronca com a arbitragem de Jean Pierre Gonçalves por conta de um pênalti não marcado. Eram marcados 36 minutos quando Alesson avançou em velocidade pelo lado direito e foi derrubado pelo goleiro Georgemy na grande área. O juiz mandou seguir.

 

Antes do apito final, uma boa jogada criada pelo Tricolor. Alesson avançou em velocidade, cruzou e o goleiro Georgemy deu um tapa para afastar.

 

FICHA TÉCNICA
Vila Nova x Bahia
Copa do Brasil - Terceira Fase - 1º jogo
Local: OBA, em Goiânia
Data: 1/06/2021 (terça-feira)
Horário: 16h30
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor e Andre da Silva Bitencourt (ambos do RJ)

Cartões amarelos: Matheus Bahia, Patrick, Conti (Bahia) / Kelvin (Vila Nova)

Gols: Rodriguinho (Bahia)

 

Vila Nova: Georgemy; Pedro Bambu, Renato. Walisson Maia e Willian Formiga; Dudu, Deivid e Arthur Rezende (João Pedro); Kelvin (Thiaguinho), Henan (Cardoso) e Pedro Júnior. Técnico: Wagner Lopes.


Bahia: Mateus Claus; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia; Patrick (Jonas), Thaciano e Daniel (Galdezani); Rossi (Óscar Ruiz), Rodriguinho (Alesson) e Thonny Anderson (Gilbert). Técnico: Dado Cavalcanti.


Do Portal Bahia Notícias/por Ulisses Gama

Nenhum comentário: