SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Vereador Paulão reage a críticas da imprensa e puxa orelha de colega: "não me deram direito de resposta"

Paulão tem razão ao cobrar postura ética de alguns profissionais da imprensa, que não lhe deram direito de se pronunciar.

O vereador Josse Paulo (PSC), o Paulão do Caldeirão, reagiu ao bombardeio de críticas de parte da imprensa sobre seu desentendimento com um radialista que trabalha como assessor na Câmara Municipal. Em longo discurso na manhã desta quarta (5), Paulão se pronunciou sobre a polêmica e botou mais gasolina na fogueira.


Paulão, em seu discurso bastante aguardado, citou alguns profissionais de imprensa e voltou a criticar a postura do radialista Fabiano Cerqueira. “Ofendeu a Casa, colocada como um picadeiro. Ele é assessor de um vereador e agiu até contra o próprio assessorado”, salienta.


O vereador Paulão questionou a postura de alguns profissionais de imprensa que, na terça-feira (4), o criticaram, mas não deram direito de resposta. “Teve programa que liguei e não me colocaram no ar. Só deram uma versão”, protesta.


Paulão também mencionou o vereador Pastor Valdemir, assessorado pelo radialista Fabiano Cerqueira. “O vereador Valdemir foi infeliz em alguns comentários. Vossa excelência foi covarde ao falar mim”, dispara Paulão.


“Vou adotar providências, também, sobre a rádio Sociedade News, que abre microfone para um profissional de imprensa me atacar sem me dar direito de resposta. Emissora permite que um verme esteja ali”, pontua.

 

PASTOR VALDEMIR

Citado por Paulão, o vereador Pastor Valdemir reagiu fazendo média com alguns membros da imprensa. “Esta Casa não é lugar de trazer coisas pessoais e de autopromoção. É um lugar para defender o povo. Quero me manter coerente àquilo que defendo nesta Casa. Estou solidário aos profissionais de imprensa. Ao que o nobre e infeliz Paulão falou, dou o silêncio como resposta, porque Feira não merece vereador que vem para esta tribuna tratar de assuntos pessoais, destaca.


Valdemir defendeu o radialista, seu assessor. “Não vi nada demais na matéria dele”, disse. Porém, o que o vereador não citou é que seu assessor se apropriou, indevidamente, de uma matéria do Protagonista para deturpar um discurso do vereador Paulão (leia a matéria original do Protagonista).


Na matéria original publicada no Protagonista, Paulão criticou, apenas, um profissional de imprensa, sem citar nome, que teria feito críticas injustas a seu respeito em um programa de rádio, e não lhe concedeu direito de resposta. Paulão, de fato, não generalizou. Mas, ao republicar a matéria do Protagonista, inicialmente sem dar crédito – prática comum do radialista em seu site – Fabiano alterou o título, com uma interpretação bem distante do conteúdo original da matéria. Em nenhum momento do texto citamos que Paulão “cuspiu no prato que comeu” ou atacou a imprensa de forma geral.  


Nesse episódio, lamentável, ficam algumas lições: para o radialista-assessor, ser ético e dar crédito a matéria alheias; ao vereador, ser um pouco mais comedido em suas reações ao usar a tribuna da Casa.


Do Protagonista FSA


Nenhum comentário: