SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

terça-feira, 11 de maio de 2021

Após brigar com PSL-BA e naufrágio do Aliança, Talita inicia 'namoro' com Republicanos

Após brigar com PSL-BA e naufrágio do Aliança, Talita inicia 'namoro' com Republicanos
Foto: Reprodução / Instagram

O Republicanos na Bahia pode estar prestes a receber um reforço na defesa do governo federal. A deputada estadual Talita Oliveira, atualmente no PSL, admitiu que tem diálogo com o partido. "Tenho conversado com outros partidos. Hoje pensei que por ser evangélica, o Republicano me fez um convite, falei com o presidente hoje", disse ao Bahia Notícias. 

 

A legenda tem como aposta como captador de votos o ministro da Cidadania João Roma, possível candidato ao governo da Bahia em 2022. Esse aceno pode, inclusive, terminar com o tradicional apoio ao Democratas nas próximas eleições (relembre aqui), captando políticos alinhados com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como Talita.

 

"Como meu compromisso é com o governo federal, até o momento ele [Bolsonaro] não comunicou nada. O partido saindo Dayane [Pimentel] tem muito a ganhar. Ela foi uma parlamentar que com todos os recursos não fez nenhum prefeito. Ficando ou não, quem apoia a base, que é o meu compromisso. Não tenho janela. Meu problema sempre foi com a organização".

 

Apesar do convite, Talita não descartou permanecer na legenda caso o deputado federal Elmar Nascimento (DEM) migre para o partido. "Em Brasília ele vota com as pautas no governo, no momento, independente da presidência, só com conversas [para a chegada de Elmar no partido]. Com os desgastes que Dayane causou no estado, o caminho do PSL é mudar [a presidência]", revelou ao BN.

 

Um possível destino de Talita seria o Aliança pelo Brasil. A tentativa de montagem da legenda pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), até que começou de forma promissora na Bahia (relembre aqui). Logo após, com a dificuldade na coleta de assinaturas para a formalização do partido nacionalmente, os apoiadores do Aliança pelo Brasil na Bahia seguiram buscando apoiadores, mas sem sucesso (veja aqui). 


Do Portal Bahia Notícias/por Mauricio Leiro

Nenhum comentário: