SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sábado, 10 de abril de 2021

Caso Ramírez: Após pedido do MP, juiz decide arquivar inquérito de racismo

Caso Ramírez: Após pedido do MP, juiz decide arquivar inquérito de racismo
Foto: Divulgação / EC Bahia

O juiz Marcel Laguna Duque Estrada, da 36ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, decidiu arquivar o inquérito policial de racismo envolvendo o jogador Ramírez, do Bahia, e Gerson, do Flamengo. A decisão veio após pedido do promotor de Justiça do Ministério Público do Rio, Alexandre Themístocles.

 

Ramírez foi acusado de ter dito "cala a boca, negro", durante o jogo entre as duas equipes, em dezembro de 2020, pelo Campeonato Brasileiro. Themístocles relata em seu pedido que Bruno Henrique e Natan, do Flamengo, disseram não ter ouvido a ofensa racista, assim como a arbitragem e o técnico Mano Menezes, que estava comandando o Tricolor no jogo.

 

O promotor também citou o  laudo pericial do perito oficial do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, que "não indica a ocorrência da agressão verbal noticiada por Gerson Santos da Silva. A prova técnica tão somente degrava trecho de entrevista e diálogos entre o atleta Gerson e o treinador Luiz Antonio Venker Menezes".

 

Em fevereiro, o caso já havia sido arquivado pelo  Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). 

 

Com vínculo no Esquadrão de Aço até dezembro, Ramírez lesionou o joelho no começo de fevereiro e vai precisar passar por uma artroscopia. Ele deve retornar ao gramado em seis meses.


Do Portal Bahia Notícias

Nenhum comentário: