SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sábado, 17 de abril de 2021

Agricultor aprende sozinho a tocar quatro instrumentos musicais no interior do Ceará

Foto: Wandenberg Belém/SVM

Apesar das dificuldades, Wlisses Lopes Cândido, de 21 anos, já sabe o que planeja para o futuro: “Eu amo muito a música. Por enquanto é hobby, mas tenho sonho de tocar profissionalmente”, diz o agricultor.

Morador da localidade de Sítio Santarém, em Orós, a 344 km de Fortaleza, terra do músico e compositor cearense Raimundo Fagner, o agricultor toca violão, guitarra, violino e fez um instrumento de canos de PVC que ele chama de sax. O saxofone é a grande paixão de Wlisses (pronuncia-se ‘Ulisses’).

“A paixão, o gosto musical começou mais ou menos em 2014, quando eu comecei a ver muitos músicos tocando. Criei um sax com PVC. Aprendi algumas notas com ele”, disse.

Foto: Wandenberg Belém/SVM

O agricultor afirmou que após criar o instrumento e aprender os acordes sozinho começou a se interessar por tocar violino, graças ao grupo da igreja. Em seguida, aprendeu a tocar violão e, depois, guitarra.

“Aprendi tudo só. Aí tive o violino. Comecei por ele também pelo grupo da igreja e depois passei para o violão. Sempre aprendendo de forma independente e pela internet, disse.

Ainda de acordo com o agricultor, o instrumento mais difícil de aprender os acordes foi a guitarra, mas com as noções do violão, ele conseguiu.

“Guitarra principalmente. Eu já tinha um pouco de noção pelo violão. Eu tinha estudado os solos pelo violão. Quando eu peguei a guitarra tive dificuldade, pois é um instrumento que nunca tive contato. Foi bem complicado tirar os sons e estudar os sons, as músicas, mas foi dando certo com persistência e estudo. Dá para tirar um som”, explica.

Foto: Wandenberg Belém/SVM

Wlisses diz que no início é difícil, porém tudo depende da determinação. Muita prática e estudos. “Tanto de partitura como eu ouço também. Eu ouço e identifico as notas e vai pura aí. No início é complicado, porém, com o tempo e prática a gente vai aprendendo”, diz.

O gosto musical de Wlisses é bem variado. Ele ressalta que a música é maravilhosa e que qualquer gênero é interessante. “A música é uma arte maravilhosa. Gosto de gospel, música clássica, rock, MPB, a música sendo de qualidade eu gosto, pode ser qualquer gênero”.

Orgulho da família

A habilidade do agricultor chamou a atenção do irmão mais novo. Carlos Eduardo Lopes Cândido, de 11 anos, já iniciou as aulas práticas com irmão. “Ele está me ensinando a tocar violão. Aprender as notas musicais. Eu gosto de ouvir a música dele. É bom demais e muito bonito”.

Já a mãe Aivam Leandro o momento é de orgulho do filho que mesmo nas dificuldades conseguiu realizar o sonho de tocar algum instrumento.

“É de grande alegria para mim, mas, ao mesmo tempo, a gente fica triste pelas dificuldades que ele teve em conseguir seus próprios instrumentos. Mesmo assim ele foi um menino que nunca desistiu. Sempre estudou sozinho e é uma grande alegria para gente”.

Foto: Wandenberg Belém/SVM

Trabalho na roça

Wlisses trabalha na roça todos os dias. Junto com o pai o Wilton Roseno Cândido planta pés de banana e coco. O agricultor conta que as chuvas foram boas e espera de aqui alguns dias colher também feijão e milho.

“Trabalho na roça sim, aqui no sítio. Trabalhamos com banana e coco, mas também vamos colher milho e feijão daqui a pouco”, diz.

Do Portal NS/Fonte: G1

Nenhum comentário: