SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

‘Não é momento de estar comemorando nada’, diz secretário da Saúde sobre lives de artistas

Foto: Reprodução/Twitter

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, criticou na manhã desta segunda-feira (15) a produção de lives e shows online realizados pelos artistas, e disse que o momento atual não pede comemorações. 

Segundo ele, por causa do crescimento no número de mortes por causa da Covid-19 no estado, a ocasião requer preocupação e constrição, e declarou não concordar com os eventos que estão ocorrendo dentro das casas, apartamentos e transmitidos pela internet. 

“Isso é muito triste, porque revela duas coisas: primeiro, a falta de sensibilidade das pessoas com o momento que estamos vivendo, de mortes em número crescente. Eu sou contra essas lives que estão sendo feitas de cantores. Não é momento de estar comemorando nada. É momento de estarmos constritos, lamentando, preocupados. E não celebrando, fazendo festinha em apartamento, casa ou live transmitida pela internet. Eu não concordo com isso”, afirmou o secretário.

Vilas-Boas disse que há um “descompromisso com a saúde pública” por parte da população, e a classificou a realização de festas em locais fechados como irresponsabilidade.

Mesmo com o decreto estadual que proíbe aglomerações e, com isso, também a suspensão do carnaval, festas clandestinas e aglomerações foram registradas em Salvador e outras cidades, no último fim de semana.

O secretário disse também que o sistema de saúde no estado chega a registrar até 100 pessoas aguardando vagas de tratamento intensivo nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA). E as aglomerações causadas por causa dos eventos têm provocado um trabalho maior dos profissionais da Saúde.

“A segunda coisa que isso revela é total descompromisso com a saúde pública. Uma irresponsabilidade. Estamos chegando ao ponto em que, de um dia para o outro, chegam a ficar até 100 pessoas aguardando nas UPAs vagas de UTI. E nós, do lado de cá, dentro de um trabalho imenso para conseguir alocar, o mais rápido possível, o recurso que vai salvar vida para essas pessoas. E as pessoas vão para a rua, vão se aglomerar, se infectar. Depois vão para as UPAs fazer com que a gente tenha que correr nesse desespero para conseguir criar mais leitos”, disse.

Secretário lamentou também o crescimento do número de mortes causadas pela Covid-19 na Bahia | Foto: Reprodução/TV Bahia

Sem o carnaval este ano, vários artistas agendaram lives para esta semana que ocorreria a festa. A cantora Ivete Sangalo realizou um show surpresa na tarde de domingo (14), na cobertura de um prédio em Salvador.

Nesta segunda-feira (15) o Psirico vai transmitir a “Muquilive” pelo canal da banda na internet. O Olodum fará um show online na “terça-feira de carnaval” e Margareth Menezes irá se apresentar no que seria a quarta-feira de Cinzas, também através do seu canal nas redes sociais.

“Essas lives de carnaval, além de revelar falta de compaixão com o sofrimento das famílias baianas enlutadas, emitem sinais de uma pseudo normalidade que não nos interessa alimentar”, escreveu no Twitter o secretário de Saúde da Bahia.

Do Portal NS/Fonte: TV Bahia

Nenhum comentário: