SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela morre por complicações da Covid-19

Prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela morre por complicações da Covid-19
Foto: Divulgação

Eleito e já empossado, o prefeito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), veio a óbito nesta quarta-feira (13), aos 71 anos. Ele estava licenciado do cargo, já que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, tratando complicações decorrentes da Covid-19. Como a diplomação ocorreu antes, o vice-prefeito eleito, Rogério Cruz (Republicanos), deve assumir a prefeitura da cidade de forma definitiva.

 

O óbito foi confirmado pelo secretário de Comunicação da capital goiana, Bruno Rocha Lima, que disse que a "família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal".

 

O G1GO lembra que Luiz Alberto Maguito Vilela foi diagnosticado com coronavírus no último 20 de outubro, quase um mês antes do primeiro turno da eleição. Dois dias depois, ele foi internado num hospital de Goiânia até que no dia 27 daquele mês o político já tinha 75% de inflamação nos pulmões e um alerta para o nível crítico e saturação do oxigênio no sangue. Diante desse quadro, ele foi transferido para o hospital de São Paulo, onde foi entubado três dias depois.

 

De acordo com a publicação, Vilela chegou a ser extubado em 8 de novembro, mas no dia 15 daquele mês, quando foram realizadas as eleições em primeiro turno, precisou novamente ser entubado. Seu quadro de saúde, no entanto, não impediu que ele fosse eleito para gerir a capital de Goiás no segundo turno. Vilela conquistou 52,60% dos votos contra o senador Vanderlan Cardoso (PSD).

 

Durante todo esse tempo, o emedebista permaneceu internado, mas chegou a ser transferido para um leito de UTI comum do hospital, em 3 de dezembro. Já no dia 11, Vilela apresentou um sangramento nos pulmões e passou por cirurgia. Ele voltou a ter um quadro estável, com redução de sedativos, mas depois de 80 dias internado, o prefeito sofreu uma infecção nos pulmões, provocada por bactérias e fungos, e não mais resistiu.

 

A publicação lembra que, em agosto, duas irmãs do político também morreram por Covid-19 num intervalo de menos de 10 dias. Assim como ele, elas eram idosas, com 82 e 76 anos.

 

Natural de Jataí, no sudoeste de Goiás, Vilela era advogado de formação. Na política, foi vereador, deputado federal, deputado estadual, governador e senador. Ele também comandou a cidade de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana, por dois mandatos. Em 2007, assumiu o Banco do Brasil. Vilela deixa quatro filhos, esposa e uma enteada.


Do Portal Bahia Notícias

Nenhum comentário: