SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Barroquense que está em Manaus, testa positivo para Covid-19 e relata situação crítica da Capital amazonense

(Imagem: REUTERS/Bruno Kelly)
Os hospitais de Manaus entraram em colapso no inicio de 2021, com a escassez de oxigênio durante o impressionante aumento de casos de internação por complicações da Covid-19. O noticiário das mortes e transferência de pacientes para outros estados, foi vivenciada de perto pelo barroquense Salvador dos Santos, natural do Povoado de São Miguel do Ouricuri, que trabalha numa grande obra na capital amazonense.

   Salvador dos Santos é mestre de obras 
em Manaus. 

Em Manaus, o mestre de obras Salvador dos Santos Lima, 47 anos, trabalha na construção de uma unidade de uma rede de atacadão. Ele é o único barroquense trabalhando no canteiro de obra. Na segunda-feira (11), após apresentar sintomas, Salvador relata que coletou material para dois exames que detectaram a infecção pela Codiv-19: 

"Fiz um teste e um exame, os dois deram positivo. Eu não sentia sintomas, mas estava transmitindo para as pessoas que tinham contando comigo. Agora estou em isolamento domiciliar mas estou bem graças a Deus!" afirmou. Apesar da contaminação, o barroquense afirma que atualmente apresenta apenas sintomas leves: "Estou bem, só umas dores no corpo e fraqueza nas pernas", contou. 

A crise instalada no estado e a testagem positiva, tem preocupado os familiares de Salvador, mas ele tem tentado tranquilizá-los: "O difícil de tudo é a família acreditar que estou bem, eles ficam pensando que eu estou omitindo para não deixar eles preocupados, mas até eu entendo eles, são tantas notícias ruim aqui de Manaus eles tem razão em se preocupar mesmo", afirmou.

O colapso do sistema de saúde poderia ter sido evitado se medidas mais contundentes tivessem sido tomadas com antecedência. Manaus foi uma das cidades mais atingidas pela pandemia em todo o mundo. Entre os meses de abril e maio, a cidade passou por uma situação dramática, com hospitais e cemitérios absolutamente lotados. De acordo com os dados do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass), o Estado do Amazonas contabiliza até o momento 223.360 casos confirmados e 5.930 mortes por covid-19.

Da Redação JNV - Por Victor Santos / Colaborou Rubenilson Nogueira - Informações: Terra

Nenhum comentário: