SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

Jaqueline da Rádio agradece os 623 votos

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Com recorde de votos, projeções já indicam vitórias em 25 estados dos EUA

 

Com recorde de votos, projeções já indicam vitórias em 25 estados dos EUA
Mapa feito com base em estimativa feita pela Associated Press | Foto: G1

As últimas urnas da eleição presidencial dos Estados Unidos, a mais acirradas dos últimos anos e que apresentou recorde de votos, só serão fechadas 1h da manhã no horário de Brasília. Os estados de Lousiana, Texas, Arizona, Novo México, Kansas, Colorado, Nebraska, Wyoming, Dakota do Sul, Dakota do Norte, Minnesota, Wisconsin, Michigan e Nova York só encerraram a votação às 23h (horário local). Ainda assim, até o momento 25 dos 50 estados já indicam com garantia o candidato que conseguiu mais apoio.

 

Neste momento, o democrata Joe Biden já conseguiu garantiu 119 delegados, à frente do republicano Donald Trump, que busca a reeleição, que tem 92. O resultado começa positivo para o opositor mesmo que o atual presidente lidere em quantidade absoluta de votos, com 50,57%. Porém, ainda faltam muitos estados decisivos que podem favorecer Trump, que busca a reeleição. A única certeza até o momento é que nenhum dos lados deve conseguir a vitória com uma frente muito grande.

 

Segundo as projeções, Biden conseguiu conquistar até o momento os estados de Nova York, Novo México, Illinois, Virginia, New Jersey, Maryland, Delaware, Connecticut, Rhode Island, Massachusetts e Vermont. Já Trump ganhou os delegados de Indiana, Oklahoma, Arkansas, Tennessee, Kentucky, West Virginia, Mississippi, Alabama, Dakota do Norte, Wyoming, Dakota do Sul, Nebraska e Carolina do Sul.

 

Porém, ainda há possibilidades de mudança na liderança do pleito. O presidente lidera até o momento as apurações na Georgia e na Flórida, dois estados decisivos. 

 

Essa foi a eleição presidencial com maior presença do eleitorado norte-americano - já que no país o voto não é obrigatório. Foram mais de 100 milhões de votos somente entre os feitos com antecedência, o que é permitido nos EUA.


Do Portal Bahia Notícias/por Rebeca Menezes

Nenhum comentário: