SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Cliente deixa US$ 3 mil de gorjeta para funcionários de restaurante fechado por causa do coronavírus nos EUA

Foto: Brendan Ring/Reprodução/Facebook

Foto: Brendan Ring/Reprodução/Facebook

Após beber apenas uma cerveja, um cliente deixou US$ 3 mil como gorjeta aos funcionários de um restaurante de Cleveland, nos Estados Unidos, que fechou voluntariamente para ajudar a conter a aceleração da pandemia do novo coronavírus. O valor doado equivale a mais de R$ 16 mil, com a cotação atual. 

Em relato publicado no domingo (22) nas redes sociais, o dono do restaurante, Brendan Ring, contou que o cliente pediu que ele dividisse a gorjeta com os quatro funcionários do estabelecimento. Só depois que o homem deixou o local, o empresário se deu conta do tamanho da doação. “Eu corri atrás dele, mas ele me disse que não havia erro nenhum e que nos veríamos na reabertura”, contou. 

Ring decidiu não divulgar o nome do cliente porque acredita que o homem não gostaria disso. Porém, o dono contou que o valor da cerveja – o único item consumido pelo doador no restaurante – somado aos impostos era de US$ 7,02. Isso não representa nem 1% do total da gorjeta. “Todos os meus garçons e eu estamos enormemente gratos por esse grandioso gesto incrivelmente gentil”, disse Ring. 

Diversos estabelecimentos têm fechado nos Estados Unidos nesta nova alta dos casos e mortes por Covid-19. Alguns fecham voluntariamente, outros por determinação dos governos estaduais e outros definitivamente por falta de recursos durante o período de isolamento. 

Os EUA são o país mais atingido pela pandemia: mais de 12,8 milhões de pessoas contraíram o vírus e mais de 263 mil morreram por Covid-19.

Do Portal NS/Fonte: G1

Nenhum comentário: