SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Bahia perde para o Flamengo e chega a quatro jogos sem vencer

O Bahia chegou a quatro jogos sem vencer e voltou a decepcionar seu torcedor. Após a derrota para o Ceará e os empates com São Paulo e Palmeiras, o Tricolor voltou a perder, desta vez para o Flamengo, por 5 a 3, em Pituaçu.

Os gols do triunfo carioca foram marcados por Pedro e Arrascaeta, duas vezes cada, Everton Ribeiro. Rodriguinho, Élber e Daniel descontaram para o time baiano.

Com a derrota, o Esquadrão parou na 12ª colocação, com oito pontos ganhos, dois atrás do G-6 e dois à frente do Z-4. Os comandados de Roger Machado, pressionado no cargo e ameaçado de demissão, voltam a campo no próximo domingo (6), contra o Internacional, no Beira Rio.

PRIMEIRO-TEMPO

O Flamengo começou o jogo a todo vapor e aproveitou uma falha do Bahia para abrir o placar no primeiro minuto. Anderson tentou saída de bola com Lucas Fonseca, que devolveu mal e viu Pedro, de carrinho, dividir com o goleiro e marcar o primeiro.

O time carioca foi pra cima e quase aumentou aos sete minutos. O Tricolor cometeu outro erro de saída e Arão aproveitou para chutar da entrada da área. Anderson fez bela defesa.

Um minuto depois, outro susto para o time baiano. Após cruzamento rasteiro de Éverton Ribeiro, Elton tentou cortar e acertou a própria trave.

Já aos 16, o Esquadrão não escapou do segundo gol. O rubro-negro fez boa troca de passes até Pedro receber e chutar rasteiro. A bola anda bateu nas duas traves e morreu na rede.

O Bahia, por sua vez, só conseguiu chegar aos 31 minutos. Em jogada na linha de fundo, Gilberto cruzou para Rodriguinho pegar bonito na bola, que bateu no travessão e entrou para o primeiro gol baiano.

Mas, a comemoração durou pouco. Seis minutos depois, após uma linda troca de passes, Arrascaeta recebeu cruzamento de Isla e desviou de cabeça para fazer o terceiro.

Porém, o Tricolor ainda diminuiu aos 41 em erro, desta vez, do time carioca. Após bola levantada na área, Gabriel Batista cortou mal e deu no pé de Élber, que tocou no canto, quase sem ângulo, para fazer o segundo.

SEGUNDO-TEMPO

Logo no início do segundo tempo, o Flamengo fez o quarto, e que golaço. Aos dois minutos, após cobrança de lateral, Everton Ribeiro um lindo drible em Zeca e chutou por cobertura para encobrir Anderson.

E o quinto veio quatro minutos depois. Uma nova troca de passes envolvente terminou com Pedro Rocha servindo Arrascaeta, que dentro da área completou nas redes de Anderson.

Aos 17, o Bahia assustou. Rodriguinho deixou Élber livre na área, mas o goleiro Gabriel evitou o chute do atacante.

Um minuto depois, foi a vez do rubro-negro quase fazer o sexto. Pedro recebeu livre, invadiu a área e encobriu Anderson com uma cavadinha. Mas, Nino, em cima da linha, cortou o que seria mais um golaço.

Porém, as 45 minutos, foi o Bahia quem marcou e diminuiu. Após rebote, Daniel pegou bonito de primeira e acertou o ângulo de Gabriel para evitar a goleada.

Bahia 3 x 5 Flamengo
Brasileirão Série A - 7ª rodada

Local: Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 02/09/2020 
Horário: 20h30
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF). Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF). VAR: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB), auxiliado por José Claudio Rocha Filho (SP) e Ciro Chaban Junqueira (DF)
Cartões amarelos: Juninho Capixaba (BAH); Diego (FLA)
Gols: Pedro-2, Arrascaeta-2, Everton Ribeiro (FLA); Rodriguinho, Élber, Daniel (BAH)

Bahia
Anderson; Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Zeca (Juninho Capixaba); Elton (Edson), Daniel e Rodriguinho (Jadson); Rossi (Marco Antônio), Élber e Gilberto (Saldanha). Técnico: Roger Machado.

Flamengo
Gabriel Batista; Isla (Thuler), Rodrigo Caio, Leo Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia (Diego) e Everton Ribeiro; Arrascaeta (Vitinho), Pedro Rocha (Michael) e Pedro (Lincoln). Técnico: Domènec Torrent.

Nenhum comentário: