SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sábado, 7 de setembro de 2019

Deputados baianos formam 'força-tarefa' para ajudar esporte do estado; cadê Serrinha? Os deputados federais votados aqui não se lembraram do nosso povo?

Deputados baianos formam 'força-tarefa' para ajudar esporte do estado
Foto: Divulgação / Ascom / Sudesb
Um grupo de deputados baianos tem formado uma espécie de "força-tarefa" para trazer recursos para o esporte em todo o estado. A Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) contou com uma série de emendas parlamentares (federais e estaduais) que têm garantido o desenvolvimento de projetos importantes na área, tanto no que se refere a obras de infraestrutura quanto em execução de projetos e apoio ao esporte e lazer comunitário.

Diretor-geral da Sudesb, Vicente Neto explica como surgiu esse apoio dos deputados às modalidades esportivas: "Fomos procurados por deputados de vários partidos, da base do governo e da oposição, apresentando emendas parlamentares para modalidades específicas. Foram colocando emendas e fomos vendo que poderia ser um caminho interessante para incrementar, no esporte, recursos orçamentários. É um pouco da lógica que estamos trabalhando, aproveitando a movimentação dos deputados, que já colocam emenda ao orçamento do estado e da União, e casando isso com nosso projeto de expansão do esporte no estado", destacou.

Nos últimos quatro anos, 64 emendas parlamentares para obras de infraestrutura esportiva foram recebidas pela entidade, atendendo 70 municípios baianos, num montante de R$ 28,7 milhões. De acordo com a Sudesb, 11 contratos já foram concluídos, 5 estão em execução e 5 serão iniciados. As demais estão para ser licitadas ou aguardando aprovação do projeto pela Caixa Econômica Federal.

No apoio ao esporte e lazer comunitário, entre 2016 e 2018, foi executado R$ 1,1 milhão, recurso oriundo de 22 emendas de parlamentares estaduais. A construção de quadras poliesportivas e reformas de estádios predominam nas indicações feitas pelo conjunto de deputados, mas também existem obras para reforma de praças esportivas de diversas modalidades.

PROJETOS SOCIAIS
Entre os projetos sociais apoiados por essas emendas parlamentares, estão a primeira edição da Copa Loreta Valadares, de valorização do futebol feminino  serão 20 equipes femininas, totalizando 440 participantes, em evento realizado neste segundo semestre, em estádios de Salvador e região metropolitana , e o “Projeto Esporte Cidadão”, que irá beneficiar 2.600 pessoas (adolescentes, jovens e adultos) em 20 municípios, com aulas de iniciação esportiva em Amargosa, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Barrocas, Bom Jesus da Lapa, Brejões, Cravolândia, Ipiaú, Itiruçu, Elísio Medrado, Jequié, Lauro de Freitas, Santa Bárbara, Ilhéus, Itabuna, Salvador, Santa Inês, São Francisco do Conde, Andorinha e  São Sebastião do Passé. De acordo com a entidade, o investimento dessas emendas é de R$ 682 mil.

NOVAS EMENDAS
Neste ano, 33 emendas foram apresentadas por deputados estaduais para aquisição de material esportivo. O recurso previsto é de R$ 863 mil. Também no orçamento de 2019, uma emenda de R$ 86 mil irá para a construção de uma minipista de skate no Centro Social Urbano de Feira de Santana.

Do Portal Bahia Notícias/por Gabriel Rios

Cadê Serrinha? Tantos deputados tiram votos aqui e nada de emendas!

Emoção nas transmissões esportivas da Tucano FM aumenta ainda mais a audiência da emissora; na tarde deste domingo tem Tucano x Santaluz pelo Intermunicipal 2019

"A Rádio Jovem do Sertão", Tucano FM é de longe a melhor rádio comercial do território do sisal e vem mostrando isso também no intermunicipal 2019. 

É uma emissora FM com estilo moderno e eclético, mesclando programas de entretenimento, jornalístico, esportivos. Não ficando apenas na programação musical, mas se atualizando e ganhando mais ouvintes todos os dias. 

Estes ouvintes se identificam com a forma jovem de comunicar e interagem com todas as programações, inclusive nas jornadas esportivas pelo WhatsApp 75-9 9273-8570 quando mandam áudios de 10 a 20 segundos e dão as suas opiniões, tornando o rádio um veículo mais próximo e agradável de se ouvir.

Na tarde deste domingo (8), a Equipe Show de Bola, composta pelo narrador Cival Anjos, repórter Wandilson Matos, comentarista Malcon Greenhalgh e o plantonista Jota Júnior, estará presente no Estádio Arlindo Dantas "Arlindão", a partir das 14h, para a transmissão do jogo Tucano x Santaluz.

Você pode nos ouvir no aplicativo rádios net (CLIQUE AQUI E OUÇA) ou no próprio site da rádio Tucano FM (SITE DA TUCANO FM).

A nossa transmissão terá início às 14h, com todas as informações deste grande duelo entre Tucano e Santaluz, a opinião do torcedor ao vivo e muitos outros destaques.

Da redação

Foto de Barroquense na bancada do Jornal Nacional, repercute na pequena cidade baiana

"Hoje um preto substitui o jornalista e apresentador Willian Bonner" escreveu Juscelino - Imagem Reprodução
Nesta sexta-feira (06), uma foto do barroquense Juscelino de Oliveira Caetano, 24 anos, sentado na cadeira do Jornalista Willian Bonner, na bancada do Jornal Nacional da Rede Globo de Televisão, repercutiu nas redes sociais e nas ruas da pequena cidade.
Juscelino de Oliveira Caetano

O conhecido Nino de Roque, trabalha a cerca de um ano e sete meses como encarregado (pool) no Projac, localizado entre os bairros de Jacarepaguá e de Curicica, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro.
Hoje em mais um dia de trabalho, surgiu a oportunidade e Nino não pensou duas vezes, lá estava ele sentado na cadeira do Willian Bonner. Questionado sobre a sensação respondeu: "Sinceramente eu nem acreditei no que eu vir. A TV Globo completa 50 anos de jornalismo, resumindo, de Jornal Nacional, aí conversei com um amigo, como sempre, sou curioso né (risos). Aí ele me passou essa informação, que tava aberto pra tirar fotos, fazer vídeos, uma oportunidade única. Eu fiquei nervoso, tremendo, fiquei ansioso, mas consegui", revelou satisfeito o barroquense.

Nos corredores do Projac, Juscelino cruza todos os dias com grandes artistas da televisão brasileira e sempre aproveita para tirar uma foto com os famosos: "Encontro diariamente com os artistas, inclusive tem uns que até mim abraçam, perguntam se quero tirar foto, aí claro né, não posso desperdiçar esse momento único. Já fotografei como Caio Castro, Lázaro Ramos , Leandro conhecido como Dadinho da cidade dos homens e Caio Blat", afirmou orgulhoso.

Juscelino com Caio Castro e Leandro Firmino - Foto: Reprodução
Sobre os artistas que são mais atenciosos com as pessoas que trabalham nos bastidores ele respondeu: "sinceramente não dá pra definir, esses artistas que citei acima, são muito humildes, não dá pra distinguir quem foi mais atencioso, mais entre eles, vou citar o Caio Castro", destacou o barroquense.

Sobre a possibilidade de entrar ao vivo no JN, Nino disse que encararia numa boa, e disse que aproveitaria o espaço para mandar alô para a família e amigos em Barrocas: "Ia ser com muito carinho mandar um alô pra nossa terrinha, era alô pra todo mundo", garantiu.

Apesar de ter estado na cadeira do JN, Nino afirmou que ainda não encontrou com Willian Bonner nos corredores do Projac: "É muito difícil ver ele", afirmou.

@ Nossa Voz Por Rubenilson Nogueira

Vasco da Gama 0x2 Bahia - Melhores Momentos - Brasileirão 2019

          

Nino e Gilberto marcam e Bahia vence o Vasco no São Januário

O Bahia foi até o Estádio São Januário neste sábado pela manhã para enfrentar o Vasco da Gama, em duelo válido pela 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. 
O Tricolor obteve êxito em sua estratégia de jogo e venceu o time carioca por 2 a 0, com gols de Nino Paraíba e uma pintura de Gilberto, sendo ambos no segundo tempo.
Com este resultado, o Esquadrão chega a 6ª posição, com 30 pontos, e agora torce para que Internacional e Atlético Mineiro percam ou empatem seus respectivos jogos, já que ambos têm um jogo a menos e 27 pontos. O Inter enfrenta o São Paulo neste sábado, às 19h e o Galo vai até o Rio de Janeiro para atuar contra o Botafogo, no Engenhão.
O JOGO

O duelo começou com uma chance logo aos 5 minutos para o mandante da partida. Marrony cruzou a bola da esquerda, Raul recebeu na entrada da área e bateu forte para uma boa defesa de Douglas. Aos 10 minutos mais uma vez o Vasco ataca e desta feita com Rossi, que cruzou a bola na área para Yago Pikachu, sozinho na grande área, mas cabeceou pra fora. Novamente o Vasco, agora aos 25 minutos, Pikachu tentou o passe para Henrique, Nino Paraíba cortou mal, contra a própria meta, mas Douglas defendeu a bola.
A proposta de jogo do Bahia era clara: jogar fechado na defesa e aproveitar os erros do Vasco para jogar no contra-ataque. Mas foi o time carioca que novamente teve uma oportunidade aos 30 minutos. O goleiro Douglas tirou de cabeça numa jogada rápida, a bola sobrou nos pés de Rossi, que tentou de cobertura, mas chutou pra fora.
A primeira etapa foi finalizada sem nenhuma chance real de gol para o Vasco e nenhum chute a gol do Bahia.
SEGUNDO TEMPO
Se no primeiro tempo o Bahia não conseguiu acertar um chute a gol e levar perigo ao goleiro Fernando Miguel, na segunda etapa o Esquadrão foi extremamente eficiente e conseguiu um gol logo aos 10 minutos com Nino Paraíba, que foi lançado na direita, tocou pra Gilberto na grande área, o atacante tentou o chute mas foi bloqueado e na sobra, Nino pega a sobra e toca na saída do goleiro do Vasco. Após 5 minutos, o atacante Gilberto é lançado na área pelo lado direito, ele acerta um belíssimo chute sem deixar a bola cair. Um golaço do Bahia no São Januário.
Após o gol do Bahia o jogo esfriou um pouco e o outro lance de perigo só aconteceu aos 31 minutos no chute de falta do lateral-esquerdo Danilo Barcelos, que bateu forte, mas ela foi pra fora. Depois disso a partida ficou mais truncada e as equipes não criaram nenhuma chance clara de gol, dando placar final de 2 a 0 para o Esquadrão.
FICHA TÉCNICA:
Vasco 0x2 Bahia - Série A do Brasileirão (18ª Rodada)
Data: 7 de Setembro de 2019 (Sábado)
Horário: 11h00
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Jean Marcio dos Santos (RN)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG). AVAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN) e Flávio Gomes Barroca (RN)
Cartão Amarelo: Élber (Bahia); Henrique, Marcos Júnior e Yago Pikachu (Vasco)
Gols: Nino Paraíba e Gilberto (Bahia)
Público Pagante: 19.195 / Renda: R$756.379,00
Vasco
Fernando Miguel; Yago Pikachu, Henriquez, Leandro Castán e Henrique (Danilo Barcelos); Fellipe Bastos (Gabriel Pec), Raul e Marcos Junior; Clayton (Ribamar), Rossi e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
Bahia
Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Ronaldo; Élber (Arthur Caíke), Lucca (Guerra) e Gilberto (Fernandão). Técnico: Roger Machado.
Do portal Galáticos Online/Foto: Thiago Ribeiro / AGIF

PM prende jovem e apreende adolescente e drogas em Serrinha

Foto: Divulgação/PM
Foto: Divulgação/PM
Um adolescente foi apreendido após ser flagrado com drogas em frente a uma casa abandonada no bairro Mutirão, em Serrinha, região sisaleira da Bahia, nesta sexta-feira (6). 

De acordo com a Polícia Militar, uma guarnição da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) do 16º Batalhão fazia patrulhamento pelo bairro quando avistou três indivíduos em frente ao imóvel, sendo que dois fugiram ao perceber a aproximação da viatura. 

Segundo a PM, o adolescente foi abordado e com ele foram encontradas 12 pedras de crack. Durante buscas na casa, os militares acharam 27 porções de maconha jogadas no chão. Uma motocicleta também foi apreendida durante a ação. 

Conforme a Polícia Militar, um dos suspeitos que fugiram, identificado como Jociel Cordeiro de Oliveira, o ‘Ciel’, foi detido pouco tempo depois, próximo ao local. Ambos foram levados para a delegacia da cidade, onde o caso foi registrado.
Notícias de Santaluz

Idoso tem R$ 1 mil furtados ao dar carona em Queimadas; GCM prende acusado e recupera parte do dinheiro

Robson foi localizado com parte do dinheiro da vítima | Foto: Divulgação/GCM
Robson foi localizado com parte do dinheiro da vítima | Foto: Divulgação/GCM
Um idoso teve R$ 1 mil furtados ao dar carona a um homem nesta sexta-feira (6) em Queimadas, na região sisaleira da Bahia. 

Segundo a Guarda Civil Municipal (GCM), uma guarnição fez patrulhamento pelo município depois de ser acionada e localizou o acusado, Robson Oliveira Souza, o ‘Robsão’, com parte do dinheiro da vítima. 

Conforme a GCM, o homem estava com R$ 550 e, ao ser questionado, alegou que o restante havia sido gasto com drogas. Ele foi preso em flagrante e encaminhado ao plantão regional da Polícia Civil em Senhor do Bonfim para as medidas cabíveis.
Notícias de Santaluz

Acusado de agredir companheira é preso pela PM em Valente

Foto: Ilustração
Foto: Ilustração
Um homem identificado como Daniel Ramon das Virgens, de 30 anos, foi preso na noite desta sexta-feira (6) acusado de agredir a companheira, uma mulher de 38 anos, na rua Dermival Simões Ferreira, bairro Liberdade, em Valente, região sisaleira da Bahia. 

Segundo a Polícia Militar, a agressão aconteceu na residência do casal. A PM informou que foi acionada por populares e encaminhou o homem ao plantão regional da Polícia Civil em Riachão do Jacuípe, onde ele foi autuado em flagrante pelo delegado Getúlio Paranhos Júnior.
Notícias de Santaluz

Incêndio destrói residência em São Domingos; mulher diz que ex havia dito que “tocaria fogo na casa”

Foto: Ilustração
Foto: Ilustração
Um incêndio atingiu uma casa na rua do Sangrador, bairro Rússia, em São Domingos, região sisaleira da Bahia, no início da madrugada deste sábado (7). 

De acordo com a Polícia Militar, por volta de 1h30, uma guarnição do pelotão local fazia patrulhamento quando foi acionada por populares e o primeiro cuidado foi verificar se havia pessoas dentro do imóvel. 

Após confirmar que não tinha ninguém na residência, os militares ajudaram no combate ao fogo, mas a casa foi completamente destruída pelas chamas. Ainda não se sabe as causas do incêndio, se foi criminoso ou acidental. 

Contudo, conforme a PM, ao ser localizada, a dona do imóvel, uma mulher de 38 anos, relatou aos policiais que seu ex-companheiro havia dito que “tocaria fogo na casa”, pois ele não aceita o fim do relacionamento. Os militares fizeram buscas pelo suspeito, mas ele não foi localizado até publicação desta matéria. A Polícia Civil deve investigar o caso.
Notícias de Santaluz

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Programa Minha Casa Minha Vida recebe repasse de R$ 443 milhões do Governo

Programa Minha Casa Minha Vida recebe repasse de R$ 443 milhões do Governo
Foto: Divulgação
Um repasse de R$ 443 milhões para o programa Minha Casa Minha Vida foi anunciado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) nesta quinta-feira (6). A pasta ainda sinalizou a expectativa de liberação, até a próxima semana, de mais R$ 100 milhões para o programa.

“A preocupação do presidente Jair Bolsonaro é com as famílias de baixa renda. E que, mesmo em um período de ajuste fiscal, as pessoas não percam seus empregos e a economia fique aquecida. Serão injetados no mercado R$ 543 milhões para garantir a continuidade de 234 mil unidades em andamento no país”, explicou o ministro Gustavo Canuto.

O aporte financeiro faz parte dos R$ 600 milhões que foram liberados pelo Ministério da Economia ao MDR na segunda-feira (2). Dos R$ 443 milhões, cerca de R$ 366,1 milhões destinam-se ao Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), a Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida, que atende famílias com renda mensal de R$ 1.800, segundo a Agência Brasil.

Agricultores familiares, trabalhadores rurais ou de comunidades tradicionais, como quilombolas, extrativistas, pescadores artesanais, ribeirinhos e indígenas, serão beneficiados no programa pela modalidade Rural, que está recebendo R$ 20,8 milhões.

Outro repasse, de R$ 20,3 milhões, será destinado ao Minha Casa Minha Vida Entidades, que contempla famílias organizadas por meio de cooperativas habitacionais, associações e demais entidades privadas sem fins lucrativos.

Do Portal Bahia Notícias

Com Bahia, Vitória e Jacuipense, clubes baianos planejam competição sub-23 em outubro

Com Bahia, Vitória e Jacuipense, clubes baianos planejam competição sub-23 em outubro
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação/ Bahia
Uma nova competição organizada por seis clubes baianos está próxima de ser anunciada. Trata-se da Copa Baiana Sub-23, de acordo com apuração do Bahia Notícias. O projeto é conduzido por seis agremiações: Bahia, Vitória, Jacuipense, Fluminense de Feira, Bahia de Feira e Olímpia.

A ideia é que o certame sirva de preparação para o Campeonato Baiano Sub-20, bem como para testar novos talentos.

Os clubes aguardam a chancela da Federação Bahiana de Futebol (FBF) para que o certame seja viabilizado. A competição será de caráter amistoso.

O objetivo é que a competição comece já em outubro e dure 30 dias. A princípio, os jogos serão realizados no Barradão, Fazendão, Arena Cajueiro e Joia da Princesa.

Do Portal Bahia Notícias/por Glauber Guerra / Ulisses Gama

Dois municípios baianos estão no topo da produção agrícola nacional

Dois municípios baianos estão no topo da produção agrícola nacional 
Foto: Divulgação / Apaba
As cidades de São Desidério e Formosa do Rio Preto, ambas baianas, estão entre as cinco cidades brasileiras que concentram as produções agrícolas mais rentáveis do país. Conforme divulgou a Folha, os dados do PAM (Produção Agrícola Municipal) de 2018 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que a agricultura está se movendo para novas fronteiras.

Segundo o PAM, estados do Sul e do Sudeste perderam importância e os do Centro-Oeste e Nordeste ganharam. São Desidério, o primeiro da lista, tem a soja como principal produto. O município faz uso de uma área de 593 mil hectares na produção agrícola, e o valor de produção atingiu R$ 3,63 bilhões no ano passado.

Já em Formosa do Rio Preto, o quinto do ranking, é o o município do estado em áreas com condições de aproveitamento agrícola. A localidade começa a receber novos investimentos. Em 2008 ele ocupava a 17ª posição; sua evolução só não foi maior, segundo a publicação, por conta da grande deficiência de energia elétrica.

As vantagens de São Desidério e de Formosa do Rio Preto são que, além da soja, cultivam algodão, produto com bons preços nos anos recentes e que ajudou a inflar as receitas dos produtores nesses municípios.

O valor total da produção agrícola no ano passado somou R$ 344 bilhões, 8,3% mais do que em 2017. A área colhida foi de 77,8 milhões de hectares, rendendo 227,5 milhões de toneladas.

Do Portal Bahia Notícias

Carga com produtos falsificados apreendida em SSA abasteceria todo o país

Carga com produtos falsificados apreendida em SSA abasteceria todo o país
Foto: Divulgação/Receita Federal
A carga de 35 toneladas de produtos falsificados, que vieram da China, com valor estimado em R$ 10 milhões, apreendida pela Polícia Federal em Salvador nesta quinta-feira (5) abasteceria todo o país.

Os produtos seriam destinados principalmente às regiões Norte e Nordeste, conforme apurado pelo jornal Correio com o auditor fiscal Marconi Andrade, que participou da ação e atua na Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho.

A apreensão foi feita pela Alfândega da Receita Federal do Brasil do Porto de Salvador, e foi considerada a maior feita pela Receita Federal na Bahia nos últimos 10 anos.

De acordo com reportagem do Correio, os contêineres continham acessórios para celulares, além de equipamentos para tratamento estético sem autorização da Anvisa, e escovas modeladoras para cabelo.

Do Portal Bahia Notícias

Associação de policiais pede ajuda da Justiça para intermediar diálogo com governo

Associação de policiais pede ajuda da Justiça para intermediar diálogo com governo
Foto: Divulgação
A Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra) se reúne na próxima segunda-feira (9) com os ministérios públicos estadual (MP-BA) e Federal (MPF) e com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) para discutir a pauta de reivindicação da categoria. O objetivo é solicitar a intermediação destes órgãos no diálogo com o governo do estado. 

A pauta dos policiais tem essencialmente 11 pontos. Entre eles estão melhorias no Planserv, solução para os problemas do novo sistema RH, o plano de carreira da categoria, o reajuste da CET (benefício da Condição Especial de Trabalho) e a regulamentação da lei periculosidade, aprovada há 18 anos. 

De acordo com o coordenador-geral das Aspra, o deputado estadual Soldado Prisco, as reuniões visam estreitar o diálogo com estes órgãos para avançar na negociação. "Com o governo, por enquanto, não há diálogo. Queremos apenas sentar e conversar sobre as nossas reivindicações. Acreditamos que o diálogo é o melhor caminho", defendeu. 

Na próxima quarta-feira (11), a categoria vai realizar uma assembleia para debater a pauta de reivindicações e deliberar sobre os próximos passos. Uma greve não é descartada, mas, segundo Prisco, é uma medida extrema. "Ninguém quer greve. Queremos apenas que o governo abra diálogo e escute nossa pauta", contou Prisco.


Do Portal Bahia Notícias

UNEB aprova curso de Agroecologia em Conceição do Coité

No Conselho Universitário (CONSU), que aconteceu na quarta-feira, 04, em Salvador, foi aprovado o Bacharelado em Agroecologia em Conceição do Coité.
As vagas para o curso já serão ofertadas no próximo vestibular da Universidade do Estado da Bahia – UNEB iniciando as atividades no semestre 2020.1. 
As aulas acontecerão no Centro Acadêmico de Educação no Campo e Desenvolvimento Territorial (CAECDT), que funciona no prédio da antiga Escola Agrícola Vasni Vasconcelos que fica na região do Povoado Boa Vista.
Além da coordenadora do CAECDT, professora Rosana Mara Rodrigues, e da diretora do Campus de Coité, professora Rosane Vieira, estiveram presentes no CONSU lideranças de Movimentos Sociais.
CN | Fonte: UNEB

BR de Aspirantes: Bahia perde de virada para o Inter em Pituaçu

BR de Aspirantes: Bahia perde de virada para o Inter em Pituaçu
Fotos: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia
O time de transição do Bahia perdeu por 2 a 1 para o Internacional na noite desta sexta-feira (6), no estádio de Pituaçu, pela primeira partida da semifinal do Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

A equipe comandada por Dado Cavalcanti saiu na frente com um gol de Gustavo, ainda no primeiro tempo. Nos minutos finais, os jovens do Colorado conseguiram uma virada que parecia impossível, com Juliano e Caio.

Com o resultado, o Esquadrão de Aço precisa vencer o segundo jogo por dois gols de diferença para ir à final. Em caso de triunfo por um gol, a vaga será decidida nos pênaltis. O duelo será na próxima quinta (12), às 15h, no Rio Grande do Sul.


Do Portal Bahia Notícias/por Ulisses Gama

Itagibá: Mulher faz a primeira certidão de nascimento aos 57 anos

Itagibá: Mulher faz a primeira certidão de nascimento aos 57 anos
Foto: Divulgação / DPE-BA
Em Itagibá, no sul da Bahia, uma mulher de 57 anos fez pela primeira vez a sua certidão de nascimento, através de uma ação judicial. Nascida no Espírito Santo, Maria Lúcia Celestino dos Santos tentou fazer o documento 32 anos atrás, quando decidiu se casar. 

Na época, um equívoco foi cometido e lhe trouxe problemas por muitos anos. “Meus pais de criação disseram para fazer a minha Certidão de Nascimento porque eu já estava namorando e não poderia casar por não ter o documento. Ele pegou a minha certidão de batismo e foi fazer o registro civil, em Jequié, mas não sei como foi que se atrapalharam no cartório”, relembra a senhora, cujos pais receberam, na verdade, a 2ª via da Certidão de Nascimento de Maria Lúcia Rodrigues França na ocasião.

Maria Lúcia conseguiu, com o documento que acreditava ser seu, emitir CPF, RG e registrar os filhos. O fato de não ser alfabetizada fez com que não percebesse o engano no documento. “Quando a gente não tem uma sabedoria para correr atrás das coisas, a gente sempre fica acanhado”, afirma.

O equívoco implicou problemas no acesso aos serviços de saúde e conflitos com Justiça Eleitoral durante as eleições de 2016. Na ocasião, foi barrada na seção eleitoral sob alegações de que ela – com o registro de Maria Lúcia Rodrigues França – já havia registrado o voto.

O problema da certidão só foi resolvido agora, com o apoio da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE/BA), que tomou conhecimento do caso durante a atuação itinerante da Unidade Móvel de Atendimento em Aiquara, em julho deste ano.

Uma ação judicial de Abertura de Registro Civil em caráter de urgência foi requerida no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) e contou ainda com um parecer do Ministério Público. A liminar foi deferida e só com isto houve a expedição de mandado ao Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais competente.

Do Portal Bahia Notícias

Justiça anula ações de operação que tinha Jaques Wagner como um dos alvos

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) decidiu que a investigação sobre as obras de construção da Arena Fonte Nova não são de competência da Justiça Federal, onde tramitava o caso. 

Portanto, segundo a Folha de S. Paulo, foram anuladas as ações da Operação Cartão Vermelho, que tem como um dos investigados o senador Jaques Wagner (PT). Os desembargadores reconheceram que os recursos para a reforma do estádio vieram do estado, e não da União. 

Com isso, o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) teriam competência para concluir o inquérito. No início das investigações, a PF apontou que o petista, quando governador da Bahia, recebeu R$ 82 milhões das empreiteiras OAS e Odebrecht pelo superfaturamento do contrato de reconstrução e gestão da arena.

Do Portal NS

Professora é presa suspeita de assediar aluna de 13 anos na Bahia; família achou vídeos

Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), em Salvador | Foto: Itana Alencar/G1BA
Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), em Salvador | Foto: Itana Alencar/G1BA
Uma professora de matemática de 22 anos foi presa em flagrante sob suspeita de assediar uma aluna de 13 anos em um colégio de Salvador, na noite de quinta-feira (5). 

Segundo o advogado da família da vítima, as duas mantinham um relacionamento virtual há cinco meses. A professora deve passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (6). A adolescente disse nunca ter beijado a professora, mas a família não acredita porque as duas se encontravam diariamente na escola. 

Ainda de acordo com o advogado da família, Jerônimo Santana, o caso foi descoberto depois que os pais da menina encontraram fotos e vídeos íntimos da professora no celular da adolescente. A família comprou um aparelho novo para ela e, ao ativar o celular antigo para a irmã mais nova, o conteúdo foi encontrado. 

A professora foi presa depois que a família da adolescente esteve na escola, acompanhada do advogado, para comunicar o fato à direção. A diretoria da escola acionou a ronda escolar da Polícia Militar, que levou a professora para a Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e ao Adolescente (Dercca). Ela foi autuada pelo artigo 241 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que tipifica aliciamento, assédio, instigação ou constrangimento, por qualquer meio de comunicação, com o fim de praticar ato libidinoso. 

A audiência de custódia desta sexta vai decidir se a professora vai responder pelo crime presa ou em liberdade. A pena para o crime é de um a três anos de reclusão, além de multa. O advogado da família não soube informar se ela vai ser enquadrada em algum outro crime. A adolescente mora em Salvador com a avó e os pais moram na cidade de Salinas da Margarida, no recôncavo baiano.

Do Portal NS/Fonte: G1 BA

Governo assina contrato de concessão de 12 aeroportos

Foto: Clauber Cleber Caetano/PR
Foto: Clauber Cleber Caetano/PR
As três empresas que venceram, em março, o leilão para concessão de 12 aeroportos, divididos em três blocos regionais, assinaram nesta sexta-feira (6) os contratos com o governo. 

Os documentos foram assinados de forma simbólica em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro, por representantes das empresas e pelo diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Juliano Noman, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Os contratos são válidos por 30 anos. 

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as empresas terão o compromisso de fazer investimentos para a ampliação e manutenção dos 12 aeroportos concedidos. O Ministério da Infraestrutura estima que, nos cinco primeiros anos da concessão, os terminais receberão investimento de R$ 1,47 bilhão. 

Nos primeiros seis meses dos contratos, estão previstas melhorias em fraldários e banheiros e na sinalização de informações, na oferta de wi-fi gratuito, além da revisão de sistemas de climatização, escadas e esteiras rolantes, elevadores e esteiras para bagagens. 

Os três blocos com 12 aeroportos foram leiloados na quinta rodada de licitações de aeroportos brasileiros. Com a correção pela inflação do valor, o governo receberá à vista R$ 2,398 bilhões. 

Além do valor à vista, as regras do leilão previam uma outorga variável a ser paga ao longo dos 30 anos de concessão, estimada em R$ 1,9 bilhão para os três blocos de aeroportos concedidos.

Do Portal NS/Fonte: G1

PF prende ex-deputado e ex-candidato a vice-presidente Índio da Costa

Foto: Luiz Morier/ GERJ
Foto: Luiz Morier/ GERJ
Uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta sexta-feira (6) para investigar fraudes nos Correios prendeu preventivamente nove pessoas no Rio de Janeiro. 

Entre eles, Índio da Costa, ex-deputado federal, ex-candidato a prefeito do Rio de Janeiro e ex-candidato a vice-presidente de José Serra, em 2010. Índio, que já integrou o PFL, PTB e DEM, atualmente está filiado ao PSD. 

A operação “Postal Off” visa desarticular um esquema de fraudes no envio de mercadorias pelos Correios. No total, foram expedidos pela 7ª Vara Federal de Florianópolis 12 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão.

Do Portal NS/Fonte:Lauro Jardim | O Globo

Divulgado edital do concurso para oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros da Bahia

Foto: Divulgação/SSP
Foto: Divulgação/SSP
Foi publicado na edição desta sexta-feira (6) do Diário Oficial do Estado (DOE), o edital do concurso público para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros da Bahia, que prevê o preenchimento de 88 vagas, sendo 60 para policiais militares e 28 para bombeiros. Clique aqui para acessar o edital. 

As inscrições devem ser feitas entre os dias 12 e 29 de setembro, exclusivamente pela Internet, no endereço eletônico www.cfopmbm2019.uneb.br. O concurso é organizado pelo Centro de Processos Seletivos (CPS) da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). 

O valor da taxa de inscrição é de R$ 138. A seleção tem três etapas: prova objetiva, prova discursiva e avaliação física e mental. Durante o período de realização do Curso de Formação de Oficiais, o candidato aprovado no concurso receberá, a título de bolsa de estudo: R$ 2.251,37 no 1º ano; R$ 2.626,59 no 2º ano; e R$ 3.001,82 no 3º ano.
Notícias de Santaluz

Ex-tesoureiro do PT deixa prisão para cumprir pena no regime semiaberto

Vaccari estava preso no Paraná desde abril de 2015 | Foto: Reprodução / TV TEM
Vaccari estava preso no Paraná desde abril de 2015 | Foto: Reprodução / TV TEM
O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que estava preso desde abril de 2015 no Paraná, deixou a prisão na tarde desta sexta-feira (6). Ele vai cumprir pena no regime semiaberto e será monitorado por uma tornozeleira eletrônica. Ele foi alvo da 12ª fase da Lava Jato. Ele ficará em Curitiba, na casa de um tio, e vai trabalhar na Central Única dos Trabalhadores (CUT). 

A mudança de regime da pena foi determinada pela juíza Ana Carolina Bartolamei Ramos, da 1ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, nesta sexta-feira (6). Nesse processo, o ex-tesoureiro foi condenado a 6 anos e 8 meses por corrupção passiva. 

Como já cumpriu 2 anos e 3 meses, ele teve o direito de progredir para o semiaberto, conforme a juíza. Vaccari respondeu a cinco processos pela Lava Jato: em dois deles ele foi absolvido por falta de provas, em outro, em que teve a pena de 24 anos extinta, teve um indulto natalino concedido e foi condenado em primeira instância em mais dois processos. Um deles é referente à decisão da juíza Ana Carolina Ramos.

Do Portal NS/Fonte: G1 PR

Três são presos com quase uma tonelada de maconha que abasteceria Feira de Santana

Foto: Divulgação/SSP
Foto: Divulgação/SSP
Quase uma tonelada de maconha foi encontrada durante operação conjunta entre as Rondas Especiais (Rondesp) Leste e a Polícia Federal, em um sítio no município de São Gonçalo dos Campos, na região metropolitana de Feira de Santana. 

Três homens, identificados como Vicente Freire de Souza, 38 anos, André Luiz dos Santos Oliveira, 43, e Jorge Luiz Souza Damasceno, 42, foram presos em flagrante, informou a Secretaria da Segurança Pública (SSP). A operação ocorreu na tarde de quinta-feira (5) e contou com o apoio do cão policial Athos, especialista em farejar entorpecentes. 

Conforme a SSP, 885 quilos de maconha estavam escondidos na carroceria de uma caminhonete modelo Fiat Strada e em um caminhão. A droga, conforme a SSP, abasteceria a cidade de Feira de Santana e região. 

A polícia disse que chegou até os entorpecentes após frustrar outra ação da quadrilha em Alagoinhas. Uma motocicleta também foi encontrada na propriedade. O trio foi levado para a sede da Polícia Federal em Feira de Santana.
Notícias de Santaluz

Del Feliz

Com uma linda história de superação, Del Feliz trabalha desde que começou a andar aos 4 anos de idade, foi arrimo de família e, teve dezenas de experiências profissionais, de catador de lixo a radialista, feirante, ajudante de pedreiro, ajudante de padeiro, pintor, faxineiro , diarista, balconista, fotógrafo, administrador, camelô…
Começou a carreira musical tocando percussão, bateria, depois veio a cantar na noite, no formato voz e teclados, experiência que considera importante para a sua formação como artista. Ao longo de sua carreira, o cantor e compositor já fez parcerias musicais importantes com nomes da música, como: Dominguinhos, Maria Bethânia, Elba Ramalho, Michel Teló, Fagner, Geraldo Azevedo, Dudu Nobre, Carlinhos Brown, entro outros. Em outubro de 2015, participou do The Voice Brasil, ingressando no Programa com a aprovação dos 4 técnicos: Lulu Santos, Carlinhos Brown, Michel Teló e Cláudia Leitte.
Com 19 CDs e 3 DVDs, gravados de forma independente, Del Feliz tem uma turnê nacional com destaque para o São João, e cumpre uma agenda internacional que inclui países como: França, Estados Unidos, Inglaterra, Portugal dentre outros. Del Feliz viaja o mundo divulgando a música nordestina e já se apresentou em importantes casas de show internacionais, como: B.B King Blues e Le Poison Rouge, em New York – Cabaret Sauvage, Barrio Latino e La Belle Villoise, em Paris e no restaurante Guanabara, em Londres, além de ter participado de grandes eventos, como: Brazilian Day – New York – onde fez homenagem nos 100 anos de Luiz Gonzaga, em  2012, Brazil Week, em New YorkLavagem de Madeleine e Festival Ai que bom, em Paris, e Forró London em Londres. Del Feliz desenvolve um projeto chamado Cantos do Brasil, em que faz duetos com grandes nomes da música brasileira, como Elba Ramalho, Dudu Nobre, Geraldo Azevedo, Spok Frevo e outros, que tem o objetivo de contar a história e destacar tudo o que identifica cada cidade, ressaltando cultura, arquitetura, história, gastronomia, vocação econômica, atrações turísticas etc. Esse projeto já lhe rendeu uma série de premiações e homenagens, incluindo a Medalha Thomé de Souza (maior honraria de Salvador) e dezenas de títulos de cidadania em municípios brasileiros. Del Feliz Recebeu ainda, da LBV – Legião da Boa Vontade, em New York, o Título de Mérito em Solidariedade, em 2014, em reconhecimento à sua dedicação na área social e, já recebeu 4 vezes, o maior prêmio da música nordestina, o Troféu GonzagãoDel Feliz compôs “O hino do São João da Bahia”, que foi gravado por 40 cantores, e tem versões em inglês, francês e espanhol. O CD Forró Del Mundo – um trabalho de altíssimo nível, sem abandonar as raízes, com uma série de clássicos nacionais e canções como: “Volare” (em italiano), “Ne me quitte pas” (em francês) e “Céu de Santo Amaro” (Cantata 156 de Bach – com Letra de Caetano Veloso e Flávio Venturini) – releituras que mereceram elogios da crítica musical, e conta com participações especialíssimas, dentre as quais, nomes internacionais, além de Michel TelóDel Feliz, que tem uma rica, interessante e respeitável história, faz questão de dizer sempre, que tem muito mais pra escrever e construir, com humildade e o privilégio de viver de sua grande paixão, a música.
Em seu projeto Forró Del Mundo, já fez show em dezenas de países, dentre eles: EUA, Bélgica, China, Noruega, México, Inglaterra e França, sempre divulgando a música e a cultura nordestina. Sua última turnê foi no Japão, onde passou por quatro cidades e fez sete apresentações. Del Feliz também é uma espécie de embaixador do forró. É autor de canções como “Hino do São João da Bahia” e “Eu sou o São João”, que promovem o São João e os ritmos do Nordeste e tem papel marcante no processo de tombamento do forró como Patrimônio Imaterial da Cultura Brasileira. Os trabalhos lhe renderam homenagens e premiações além de dezenas de títulos de cidadania em diversos municípios brasileiros, como: Feira de Santana (BA), Bezerros (PE), Cruz das Almas (BA), Alagoinhas (BA), Amargosa (BA), Retirolândia (BA), Valente (BA). Em Cuiabá (MT), capital do Pantanal, Del Feliz foi convidado pelo prefeito, para compor a música que homenageia os 300 anos de fundação da cidade.
O show Cordel Feliz é composto por uma série de clássicos do gênero que promove a dança a dois, com os quais o cantor Del Feliz se identifica – por remeter à tradição. A apresentação também possui canções atuais, que através de sua linguagem, buscam aproximar as pessoas, incluindo os jovens, numa perspectiva musical moderna, sem perder de vista a importância de sua raiz.
Em 2019 o novo álbum, segundo Del Feliz, trata-se do melhor trabalho que já fez. O disco recente “Pra compartilhar” é uma obra com 11 músicas e reúne participações de monstros sagrados como: Elba Ramalho, Flávio José, Santanna – O Cantador, Nando Cordel e Tato (Falamansa). O trabalho conta com composições autorais, e em parceria com Allan Requião e Fábio Salvador.
Segue abaixo entrevista exclusiva como Del Feliz para a www.ritmomelodia.mus.br, entrevistado por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 06.07.2019:
01) Ritmo Melodia: Qual a sua data de nascimento e a sua cidade natal?
Del Feliz: Nasci no dia 12 de outubro de 1972 em Riachão do Jacuípe – Bahia e fui criado em Barreiros, distrito de Riachão do Jacuípe. Registrado como Del Feliz de Oliveira Santos.
02) RM: Fale do seu primeiro contato com a música.
Del Feliz: Certamente antes de nascer. Minha mãe Dona Nicinha (Eronice Ramos de Oliveira) lavadeira de roupas e cantadora de samba, chula e reisado. Ela cantou muito pra mim, quando criança, muitas vezes a comida não tinha sido a desejada ou mesmo atendido em termos quantitativos, mas o luxo da música de ”mainha” alimentava e saciava. Até hoje ela se apresenta junto com outras tias, tios e parentes. São muitos familiares envolvidos com a música e com as manifestações culturais de minha região. “Mainha” cantou muito pra mim antes de nascer, além de me levar pras festas.
03) RM: Qual a sua formação musical e\ou acadêmica fora da área musical?
Del Feliz: Minha riqueza foi conviver e crescer no meio do samba de roda, reisado, forró, chula. Minha universidade era no rio, na roça e nas casas de farinha, raspando mandioca e ouvindo as cantorias. Conclui o ensino médio e cursei o técnico de Administração de Empresa e aprendi alguns idiomas viajando por alguns países. Entendendo a vida como uma oportunidade de crescer e aprender, o meu mais importante diploma é o de Aprendiz. E todo estimulo e incentivo para formação educacional das pessoas é um diferencial para o futuro de uma nação. Eu fui um aluno aplicado e mesmo com todas as minhas adversidades sociais consegui concluir o ensino médio e um curso técnico. Lamento não ter tido condições de cursar algum curso de nível universitário.
04) RM: Quais as suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?
Del Feliz: Ouvi muito forró através dos rádios dos vizinhos, pois não tínhamos condições de comprar um aparelho de rádio. O que mais ouvia: Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Trio Nordestino, principalmente. Tive uma fase em que ouvi muito reggae e adorava Benito di Paula. Hoje, minhas referências são muitas, especialmente: Alceu Valença, Gilberto Gil e Flávio José.
05) RM: Quando, como e onde você começou a sua carreira musical?
Del Feliz: Desde 11 anos de idade me envolvi com banda tocando percussão,  bateria e comecei a cantar na noite, muito jovem, no formato Voz e Teclados, em Riachão do Jacuípe – Bahia, depois fui pra Feira de Santana – BA e em seguida pra Salvador – BA,  onde me profissionalizei, montando uma banda, gravando CDs e definindo uma estrada a caminhar.
06) RM: Quantos CDs lançados?
Del Feliz: São 19 CDs, lançados um por ano, desde 2000 e 3 DVDs em 2007,  2010 e 2017. Não dá pra citar os músicos e artistas com os quais construí parcerias, pois acho que nesse quesito eu sou recordista. Pra citar alguns: Dominguinhos, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Fagner, Genival Lacerda,  Flávio José, Alcymar Monteiro, Jorge de Altinho,  Waldonys, Petrúcio Amorim, Accioly Netto, Maciel Melo, Flávio Leandro,  Saulo Fernandes, Luiz Caldas, Michel Teló, Dudu Nobre, Carlinhos Brown, França, Tatau, É o Tchan,  Sarajane, Gilmelândia, Trio Nordestino, Tato do Falamansa,  Josildo Sá, Santanna – O Cantador, Ton Oliveira, Adelmario Coelho, Targino Gondim, Amorosa, Papete, Spok Frevo, Bule-Bule, Silvério Pessoa, Roberto Mendes, Armandinho Macedo. Meus CDs são essencialmente de música nordestina. As músicas especiais: “Eu sou o São João” (Del Feliz \ Ton Oliveira \ Fabio Salvador); “Mainha” (Del Feliz); “Abra a porta” (Del Feliz), “Ainda não acabou” (Del Feliz \ Walter Lins), “Estrela Dalva” (Del Feliz), “O hino do São João da Bahia” (Del Feliz \ Márcio Lima \ Vicente Lima), “Que tal? Ser mais do que ter“ (Del Feliz), “Santo Amaro” (Del Feliz \ Antônio Gabriel), essa última gravada por Maria Bethânia. E já fiz mais de 150 músicas / hinos para cidades no Brasil que fez nascer o projeto “Cantos do Brasil”.
07) RM: Como você define seu estilo musical?
Del Feliz: Adoro quando me rotulam de forrozeiro. Isso me orgulha, mas não me limita. Eu faço música. Recentemente fui convidado a ir a Cuiabá – MT, fazer a música dos 300 anos de lá, um rasqueado e, convidei um mestre de viola de cocho, Daniel de Paula e alguns músicos para gravarem comigo, foi uma experiência emocionante. Gosto de ouvir diferentes estilos e me permito experimentar. Na música, assim como na vida, quando não destrói, constrói.
08) RM: Você estudou técnica vocal?
Del Feliz: Tive poucas experiências, mas todas muito positivas. Contatos enriquecedores com Marcus Carvalho, Janaína Pimenta e Nina Pancevki.
09) RM: Qual a importância do estudo de técnica vocal e cuidado com a voz?
Del Feliz: Simplesmente vital. O cuidado com a voz é bem mais amplo que parece, incluindo a necessidade de cuidados com o corpo inteiro. Tive grandes aprendizados nessa área com a fonoaudióloga Valéria Rezede.
10) RM: Quais as cantoras(es) que você admira?
Del Feliz: Flávio José, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Alceu Valença, Ana Carolina, Lionel Richie, Dona Nicinha (mainha), Celine Dion. Muita gente boa nesse mundão.
11) RM: Como é o seu processo de compor?
Del Feliz: Não tem uma regra. São centenas de composições.  Às vezes vem tudo de uma vez, já pronto, mas normalmente, faço a melodia e depois ponho a letra de acordo com o que acredito que a melodia sugere.
12) RM: Quais são seus principais parceiros de composição?
Del Feliz: Adail Mena – um grande poeta gaúcho e Fábio Salvador. Tenho muito orgulho de ter feito música com Carlinhos Brown, Jorge de Altinho, Maciel Melo, Flávio Leandro, Xico Bizerra, Luiz Caldas, Tenison Del Rey dentre tantos outros.
13) RM: Quem já gravou as suas músicas?
Del Feliz: Dominguinhos, Maria Bethânia, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Fagner, Frank Aguiar, Alcymar Monteiro, Flávio José, Tato Cruz do grupo Falamansa, Dudu Nobre, Michel Teló, É o Tchan, Saulo Fernandes, Xandy (Harmonia do Samba), Genival Lacerda, Luiz Caldas, Trio Nordestino, Waldonys, Santanna – O cantador, Tatau.
14) RM: Quais os prós e contras de desenvolver uma carreira musical de forma independente?
Del Feliz: Não posso avaliar a relação com gravadora, pois não tive experiência alguma. Creio que a autonomia na escolha de repertório seja um ponto muito positivo. Eu não me vejo cantando muita coisa “comercial”, que é o objetivo principal da maioria das gravadoras.
15) RM: Quais as estratégias de planejamento da sua carreira dentro e fora do palco?
Del Feliz: Tenho uma equipe de gerenciamento e projetos e sintetizo estratégia fora do palco como sendo oferecer o melhor e mais verdadeiro, sempre respeitando o público. Sou um inquieto rodando o mundo difundindo com orgulho a minha cultura. No palco, simplesmente deixar a alma falar. Não tem estratégia. O que visto, o que digo e como me comporto, são frutos da minha essência, guardando sempre um limite chamado respeito, comigo e com o público.
16) RM: Quais as ações empreendedoras que você pratica para desenvolver a sua carreira?
Del Feliz: Realizo vários projetos dos quais me orgulho. Mais recentes são: “Forró DEL Mundo”“IAÔ Junino” e “Cantos do Brasil”.
17) RM: O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento de sua carreira?
Del Feliz: Bem utilizada só ajuda.
18) RM: Quais as vantagens e desvantagens do acesso à tecnologia de gravação (home estúdio)?
Del Feliz: Traz comodidade, mas, pode significar perda de qualidade. Poucas pessoas têm uma sala tratada acusticamente e os equipamentos de ponta em casa. Embora os plugins e programas de áudio digital tenham evoluído, esses recursos ainda representam um diferencial.
19) RM: No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?
Del Feliz: Qualquer artista que pretende conquistar sucesso, consequentemente conquistar pessoas, precisa fazer o que acredita. Mais do que a técnica, acúmulo de conhecimento, beleza plástica, efeitos especiais etc. nós vendemos emoções, sensações que só no balaio da verdade se encontram. A essência será sempre especial. Geralmente o segredo está na simplicidade.
20) RM: Como você analisa o cenário do Forró. Em sua opinião quem foram às revelações musicais nas duas últimas décadas e quem permaneceu com obras consistentes e quem regrediu?
Del Feliz: Hoje sou o padrinho da campanha nacional pelo Tombamento do Forró como Patrimônio Cultural do Brasil, o que muito me orgulha. Vejo um cenário do Forró promissor através das políticas públicas de salvaguarda que serão consequência dessa campanha. O Forró precisa ser mais respeitado no Brasil, especialmente nas Festas Juninas, onde ele representa a autenticidade, a alma do evento, que vem sendo desfigurado. Uma pena, pois é nossa exibição de cultura mais completa. A nossa música nordestina tem uma incrível capacidade de se reinventar. Músicos como: Mestrinho, Beto Ortiz, Cezzinha nos dão mais que orgulho, fazem a gente acreditar que a música de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Sivuca está viva e florescendo. Não citaria nomes relacionados a insucesso, mas se tivesse que apontar uma regressão, eu diria que está nas músicas que faltam com o respeito às mulheres, aos gays, religiões, povos… Ou no estímulo à violência e às drogas, por exemplo.  O apelo tem ultrapassado o limite do razoável.
21) RM: Quais os músicos já conhecidos do público que você tem como exemplo de profissionalismo e qualidade artística?
Del Feliz: Dentre outros parceiros, Carlinhos Brown e Targino Gondim são a meu ver, exemplos de empreendedores.
22) RM : Quais as situações mais inusitadas aconteceram na sua carreira musical?
Del Feliz: Ganhei uma calcinha e uma camisinha, num show, no sul da Bahia. Acho que era uma proposta (risos). Isso é raro pra quem faz a música que faço. Briga no forró é coisa rara. Graças a Deus. Minha queda em 2015 no palco do The Voice Brasil marcou, depois de virarem as 4 cadeiras para minha interpretação de “Espumas ao Vento” (Accioly Neto).
23) RM: O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?
Del Feliz: Sou só felicidade e gratidão, sempre! Sou um privilegiado por fazer o que mais amo.
24) RM: Quais os prós e contras de viajar por alguns países representando a cultura nordestina?
Del Feliz: Maravilhoso levar um pouco da nossa cultura, tão rica, e é claro que faz bem conhecer: arquitetura, história, comidas, pessoas, culturas diferentes. Mais que tolerância, é fundamental o respeito, e esse exercício e reforçado com essas vivências, contatos, experiências. Se tiver que citar algo negativo é a saudade de nossa terra e nossas raízes.
25) RM: Fale sobre a sua obra como Cordelista.
Del Feliz: Comecei na escola com 11 anos de idade. Escrevi o primeiro livro aos 12 anos. Uma paixão que pretendo retomar.
26) RM: Quais os prós e contras do Movimento do Forró Universitário no Sudeste nos anos 2000?
Del Feliz: Eu não vejo nada que identifique “Forró Universitário”. Forró é bem fácil de se identificar: é ou não é. Esse movimento, em que o grupo “Falamansa” se destacou, foi muito importante pra música do Nordeste. A música de Luiz Gonzaga precisa ser levada pros jovens, pra escola. Foi um caminho interessante, inteligente, com uma contribuição importante de Itaúnas, no Espírito Santo, que, através da dança e da nossa música de raiz vem ganhando o mundo em diversos Festivais de Música.
27) RM: Você acredita que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocarão nas rádios?
Del Feliz: Hoje em dia, o rádio embora continue sendo importante, não é mais um instrumento indispensável. A internet tá aí.
28) RM: O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?
Del Feliz: Primeiro quem quer cantar ou tocar, deve ter certeza desse intento. Sendo a verdadeiro paixão, nada segura! Porque o sucesso não será medido apenas por fama, mas por realização pessoal, prazer e amor pelo ofício. Conversar com as almas através de canções é sublime.
29) RM: Quais os prós e contras do Festival de Música?
Del Feliz: Eu só vejo prós no Festival de Música. Afinal, ninguém perde.
30) RM: Na sua opinião, hoje os Festivais de Música revelam novos talentos?
Del Feliz: É muito relativo. Existem Festivais de Música bem elaborados e desenvolvidos, outros nem tanto. Acho que uma estrutura mínima e os critérios podem ser determinantes.
31) RM: Como você analisa a cobertura feita pela grande mídia da cena musical brasileira?
Del Feliz: Gostaria de ver o São João, com uma divulgação tão expressiva quanto a do Carnaval, por exemplo. Mas, vejo com positividade o cenário.
32) RM: Qual a sua opinião sobre o espaço aberto pelo SESC, SESI e Itaú Cultural para cena musical?
Del Feliz: Muito positivo. Um bom exemplo.
33) RM: Qual a sua opinião sobre as bandas de Forró das antigas e as atuais do Forró Estilizado?
Del Feliz: Tal qual o termo forró Universitário, não reconheço forró estilizado. Forró é ou não é. Respeito diversidade, acho que algumas bandas, principalmente Mastruz com Leite, deram uma contribuição enorme ao forró. Outras tantas se apropriaram indevidamente da expressão “forró”, e nada acrescentam ao gênero. Mas, respeitemos cada uma e sua história, desde que não desrespeitem ninguém.
Acho desnecessária e injusta a utilização do termo forró por mero interesse comercial. Tem espaço pra todo mundo.
34) RM: Qual a importância da Dona Nicinha (Eronice Ramos de Oliveirano ser humano que você se tornou?
Del Feliz: Somos de família humilde, seis filhos de Dona Nicinha, lavadeira e desde 4 anos de idade comecei a trabalhar para ajudar no sustento da casa. O “Homenzinho da casa” e não foi fácil, eu tive que trabalhar em tudo que você possa imaginar. O meu salário eu entregava para minhas decidir o que fazer e ela se sobraria algum trocado para mim. Eu logo cedo tive a responsabilidade colocar a comida na mesa, mas isso nunca foi um fardo para mim, pois tínhamos muitas bocas em casa para alimentar. O saldo positivo é ter história de superação para contar e aprendi muito com cada trajetória profissional que tive nessa fase da vida. Cresci como ser humano passando por todas essas dificuldades da vida e com as lições de minha mãe que sempre ensinou a ajudar a quem precisava. Quando ganhávamos uma panela de comida, após comermos “mainha” dividia com outras pessoas necessitadas. Aprendemos muito tendo que superar essas adversidades. A minha primeira música de sucesso foi feita em homenagem a minha mãe relatando a importância que teve em minha vida. E através de minhas primeiras realizações profissionais tiver condições em 2009 em construir uma casa para ela. Hoje ela tem 78 anos. Eu estou muito contente com tudo de bom que está acontecendo em minha carreira musical. E tento passar em minhas letras mensagens de superação. Quando eu levava a comida para “mainha” no rio; ela trabalhava como lavadeira, e quando ela percebia que era pouca comida que a patroa colocou ela cheirava a comida e dizia que o cheiro da comida tirou o apetite dela. Essa era uma forma dela deixar para os filhos comerem o almoço dela e ela ficava com fome. A letra “Mainha”, que fiz para homenageá-la, na maioria das vezes sensibiliza as pessoas que a escutar. “Mainha” – https://www.youtube.com/watch?v=r5FzAaPaa2A : Mainha tô na capital / E hoje eu sou cantor / Mainha tô na capital / E hoje eu sou cantor / Lembra quando era criança / Eu costumava lhe pedir / Para você não chorar / Sua atenção me dava / Força para prosseguir / Por você nunca acreditar / Você nunca tinha fome / Quando a comida era pouca / Para nada nos faltar / E hoje eu posso agradecer / Pois ser rico é ter você / E ainda poder cantar / Mainha tô na capital / E hoje eu sou cantor / Mainha tô na capital /E hoje eu sou cantor / Tive que partir tão cedo / Quantas vezes nem dormi / Mas não deixei de sonhar / Com você eu aprendi / Ouvir a voz do sofrer / Me dizer pra ajudar / Você nunca tinha fome…
35) RM: Quais os seus projetos futuros?
Del Feliz: Quero continuar cantando e compondo, fazendo o que está no meu sangue, na minha alma. Pretendo continuar viajando pelo mundo, fazendo música com mensagens nas quais acredito, valorizando a poesia, minha essência, minhas raízes e agradecendo ao público, sempre, e a dádiva divina de viver da arte.
36) RM: Quais seus contatos para show e para os fãs?
Do Portal Ritmo Melodia