SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sábado, 25 de junho de 2016

Sem dinheiro, Dnit vai desligar todos os radares instalados nas rodovias do país

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) irá desligar, até o fim de julho, os radares sob sua responsabilidade que estão localizados nas rodovias federais concedidas à iniciativa privada. Ao todo, mais de 660 equipamentos eletrônicos, que começaram a ser desativados em maio, estarão inoperantes até o início do próximo mês.

Os radares deveriam começar a ser gerenciados pelas concessionárias que administram as vias apenas no ano que vem, mas o Dnit antecipou o desligamento por causa do orçamento e informou as empresas da decisão por meio de um ofício.

A Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2016 previa um montante de mais de R$ 120 milhões para o programa de Controle de Velocidade na Malha Rodoviária Federal, que, de início, seriam suficientes para manter as despesas até este mês. 

Porém, o valor foi insuficiente e o órgão precisou abrir um pedido de crédito suplementar no valor de mais R$ 74 milhões, tentando dar continuidade aos serviços. O órgão informou, porém, que nem mesmo com o crédito adicional é possível manter os equipamentos em funcionamento até dezembro.

Os contratos
Por meio de nota, o Dnit informou que o desligamento dos radares ocorre agora por entender que esses serviços de manutenção de melhoria da via, conforme o contrato supervisionado pela ANTT, deve ser feita pela concessionária.  Os dados do Dnit apontam que são monitoradas 6.300 faixas de rodovias. (Informações do jornal Hoje em Dia). 

Do Portal Interior da Bahia

Homem arrisca a vida pra salvar mil animais do festival de carne de cachorro na China

No lugar de simplesmente se espantar com o horror de tal tradição,
o ativista americano Marc Ching decidiu agir.
Enquanto certas diferenças culturais podem ser exóticos e interessantes convites à novidade, outras se mantêm como nada além de cruéis tradições ancestrais que não precisavam mais existir. 

É o caso do festival de carne de cachorro de Yullin, na China, que anualmente mata em torno de 10 mil cachorros para servir sua carne aos visitantes. O festival acontece no início do solstício de verão, por uma crença de que a carne canina faria o corpo suportar melhor o calor.

Ele e sua namorada foram até a China e, fingindo serem negociadores de cachorro para o abate, compraram mais de 1000 cães e os enviaram para os EUA, para serem tratados e reabilitados.
Ching dirige uma fundação de resgate e cuidado aos animais. Em alguns casos, porém, Ching garante ter conseguido simplesmente convencer os abatedouros a não cometerem tal chacina e, com incentivo financeiro, começarem um novo negócio.
Ainda que o festival não seja reconhecido oficialmente, a polícia local trabalha contra o esforço de ativistas e voluntários.
Mas Marc não se abala; ele já atuou em outras cidades da China e do Camboja, e afirma que esse ano os trabalhos têm colhido resultados, com um festival diminuído, menos animais abatidos e um número menor de carne de cachorro sendo oferecida para consumo.
Do Portal JANV/Fonte: Yahoo Notícias

Motociclista de 33 anos morre após colidir contra poste na zona rural de Barrocas


O acidente aconteceu na noite desta sexta-feira (24), o motociclista morreu após colidir contra um poste na comunidade de 'Qualhada', região da Barreira, zona rural de Barrocas. Os amigos da vitima acreditam que ele perdeu o controle da motocicleta após uma curva e não conseguiu retomar a direção colidindo contra o poste. 

Francisco da Silva Bispo, conhecido como Xico, 33 anos, era pedreiro, e segundo familiares há alguns meses estava desempregado, os bicos na roça ajudavam a manter a companheira, um filho de 11 meses e uma filha de 8 anos, que mora em Belo Horizonte. No dia do acidente, segundo a mãe Maria Senhorinha, ele estava feliz por ter recebido uma ligação com uma proposta de trabalho temporário em uma roça da região.

Amigos da vítima, contaram que estavam reunidos na Barreira, um deles afirmou que Francisco seguiu na frente destino ao povoado do Rosário, onde acontecia uma festa tradicional, "ele foi na frente e íamos todos juntos, mas ele foi primeiro". Conduzindo uma Honda Titan 125 preta, Xico sofreu forte pancada na cabeça, apesar de ter sido socorrido não chegou com vida na unidade do Hospital Municipal de Barrocas. 

Apesar de estar residindo no povoado do Zé Valério, zona rural de Teofilândia, Xico cresceu no povoado da Barreira, amigos do trecho ficaram abalados com a notícia. A Mãe, relembrou que ele era bastante querido por todos e muito apegado a família, principalmente aos filhos.
@ Nossa Voz - Por Victor Santos

Santaluz: idoso é preso com R$ 900 em notas falsas no Açude Tapera

e10e5da7-d8ea-4cf6-9d3c-35b1ba994728
Foto: Notícias de Santaluz
Durval Pereira Maia Filho, de 67 anos, foi preso pela Polícia Militar com quarenta e cinco notas falsas de R$ 20, no bairro Açude Tapera, em Santaluz, na noite desta sexta-feira (24). 
A PM chegou ao idoso depois de uma denúncia anônima de que ele teria consumido cerveja em um bar da localidade e pago a despesa com uma das notas. 
Com ele, os policiais apreenderam R$ 900 falsificados. As cédulas tinham a mesma numeração. O idoso foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil da cidade de Valente, juntamente com o material apreendido, e deverá responder pelo crime de moeda falsa, cuja competência é federal. A pena é de reclusão, de três a doze anos, e multa.
Redação Notícias de Santaluz

Voluntários começam a tomar vacina teste contra a dengue

2016_04_16_fa_vacinacao_6
Foto: Fábio Arantes/ SECOM
Os primeiros voluntários para os testes da vacina do Instituto Butantã contra a dengue receberam as doses nesta quinta-feira, 23 de junho, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. 
As 1,2 mil pessoas selecionadas receberão a vacina na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Toninho. Elas serão acompanhadas durante cinco anos. Na próxima semana, os testes serão iniciados em centros de pesquisas de Manaus (AM) e Boa Vista (RR). 
De acordo com informações com Estadão, os efeitos da vacina nos pacientes serão avaliados por pesquisadores da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), com a colaboração da Secretaria Municipal de Saúde. 
Os testes em humanos são a última fase da pesquisa antes da aprovação da vacina para produção em larga escala visando a atender campanhas de imunização em massa na rede pública de saúde. 
Ao todo, serão mobilizados 17 mil voluntários em 14 centros de pesquisas de 13 Municípios brasileiros. Os ensaios clínicos desta fase foram iniciados em fevereiro deste ano pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em São Paulo.
Do Portal NS

PRF abre caminho na BR-101 e ajuda mulher em trabalho de parto

13495216_1216668415024249_3035856722803742120_n
Criança nasceu saudável, de parto normal; mãe e bebê passam bem | Foto: Divulgação/ PRF
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) ajudou uma mulher de 24 anos em trabalho de parto a chegar ao Hospital Municipal de Cruz das Almas, na região norte da Bahia, para dar à luz ao seu filho na noite desta quinta-feira (23), véspera de São João. 
Os policiais estavam em fiscalização no Km 220 da BR-101, por volta de 21h, quando o condutor de um veículo Kia pediu ajuda aos agentes para que conseguisse chegar rapidamente ao hospital. 
Segundo o condutor, ele estaria transportando a mulher do município de Cachoeira e precisava da ajuda da PRF para não ficar preso no congestionamento causado pela festa de grandes proporções que acontece tradicionalmente naquele município em Cruz das Almas. A mulher estava em companhia de seu marido, sogra e vizinha. 
Utilizando os sistemas de emergência da viatura, como sinais sonoros e de iluminação, os agentes abriram caminho na rodovia e dentro da cidade até o hospital, onde a mulher deu à luz um menino cerca de 30 minutos após dar entrada. A PRF informou que a criança nasceu saudável, de parto normal, e que mãe e bebê passam bem.
Redação Notícias de Santaluz

Após queima de fogos, barraca é incendiada durante procissão na Bahia

foto
Barraca foi incendiada depois de uma queima de fogos na Bahia | Foto: Rafael Amaral/ rastro101
Uma barraca de São João construída pela Paróquia São João Batista pegou fogo no município de Itagimirim, região sul da Bahia, na sexta-feira (24). Segundo informações da Polícia Militar, uma queima de fogos deu origem ao incêndio que destruiu toda a barraca. Ninguém ficou ferido. 
Ainda de acordo com a polícia, o fogo teve início durante a procissão em homenagem a São João Batista. Segundo o G1, a barraca não estava funcionando no momento do incêndio. 
Devido à quantidade de palha que havia no local, o fogo se alastrou rapidamente. Populares acionaram o Corpo de Bombeiros de Porto Seguro, mas o incêndio foi debelado por um carro-pipa disponibilizado por uma empresa de mineração da região antes da chegada dos Bombeiros.
Do Portal NS

Valente: colisão entre carro e moto deixa um ferido na BA-120

472ef96c-3c51-425c-b9e2-a60bcd697809
Motocicleta ficou parcialmente destruída após colisão | Montagem/ Notícias de Santaluz
Um homem ficou ferido na noite deste sábado (25), após a moto que ele guiava colidir contra um carro na rodovia BA-120, em Valente. 
De acordo com testemunhas, o acidente foi registrado por volta das 18h40, próximo ao estádio da cidade. Com a batida, a moto ficou parcialmente destruída. O motociclista, que não teve a identidade revelada até a publicação dessa matéria, foi socorrido para o hospital local e em seguida transferido para outra unidade em Feira de Santana, com fratura no joelho. 
O estado de saúde dele é considerado estável. O condutor do carro não sofreu ferimentos. Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada e esteve no local do acidente para atender à ocorrência.
Redação Notícias de Santaluz

Após primeiro jogo com Rondoniense, Ionay fala em comportamento imaturo

O técnico Ionay assumiu o comando do Periquito já na reta final do campeonato estadual. Com o clube há dois dias, encarou a primeira disputa da decisão do returno e saiu no empate com o Genus em 2 a 2. As expectativas para o jogo eram boas, mas o técnico viu em campo times equilibrados e alguns desentendimentos. 

Acreditando que poderiam ter sido campeões, Ionay fala que além do aspecto técnico e tático, a equipe jovem pode precisar melhorar a maturidade emocional.
- Às vezes é um comportamento imaturo ou um hábito de jovens atletas que atrapalha. É o que sempre falo, é preciso posição e equilíbrio. São três aspectos: o equilíbrio técnico, físico e emocional, o emocional sendo o mais importante, é obedecer sem estar com a bola.
Após analisar o desentendimento em campo, que garantiu um cartão amarelo para Lenno, o técnico deixa claro que o próximo passo é trabalhar a consciência tática dos jogadores, pois a ansiedade foi a grande adversária do confronto. 
Ionay da Luz, técnico do Genus (Foto: Renato Pereira)Ionay da Luz, técnico do Rondoniense (Foto: Renato Pereira)
- A princípio era uma linha de quatro, mas desmanchamos pela juventude e a ansiedade de vencer dos jogadores. Eles saíram muito rápido e desordenadamente, foi quando sofremos um contra-ataque que ocasionou o pênalti.
Apesar do empate, o técnico conta que o jogo teve um bom desenvolvimento por parte dos atletas e agora é focar na Série D, que tem o próximo jogo realizado no domingo, 26, em Rio Branco, AC. 
- O grupo todo está de parabéns pelos esforços, mas todo time precisa melhorar é por isso que existem os treinos semanais. Quanto ao Genus, é mérito do time estar no campeonato. É uma equipe forte e de qualidade. É normal esse tipo de placar, afinal ele se doaram. Agora é trabalhar para o jogo contra Rio Branco, pois eles são fortes, mas com a conscientização tática podemos fazer um bom espetáculo.
Por Porto Velho/Fotos: Jheniffer Núbia e Renato Pereira

Melhores momentos de Brasil de Pelotas 2 x 1 Bahia

Jogando hoje à noite em Caxias do Sul, o Bahia como sempre, asmático tecnicamente e raquítico nos demais sentidos, perdeu outra, agora para o simplório Grêmio Brasil de Pelotas, mesmo atuando em campo neutro e longe de sua torcida. 

Com o resultado, o tricolor paradão nos 17 pontos, caiu para 9ª posição e nela ficará até mesmo com o complemento da rodada neste sábado. 

Na terça-feira, o Bahia o com a moral lá embaixo, reencontra o seu torcedor na Arena Fonte Nova quando encara o Oeste. Neste jogo, o Bahia não contará com Luisinho e Juninho ambos suspensos, em contrapartida, terá os retornos de Jackson e Hernane.

Veja os melhores momentos

          
Do Portal Futebol Bahiano

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Em Caxias do Sul, Bahia perde para o Brasil e chega a quarta derrota seguida

No dia que o Bahia anunciou a contratação do técnico Guto Ferreira, o Tricolor amargou a quarta derrota seguida no Campeonato Brasileiro da Série B. Desta vez, o time baiano perdeu para o Brasil de Pelotas por 2 a 1.
 
O Jogo
 
A partida começou com o Bahia tentando a todo custo chegar a abertura do placar, enquanto o time gaúcho tinha pouca ação de jogo. O Tricolor desperdiçou três oportunidades com o atacante Luisinho.
 
Depois dos 20 minutos a equipe gaúcha começou a crescer no jogo e tentou chegar ao gol de Marcelo Lomba, mas sem sucesso.
Com o duelo equilibrado, na etapa inicial, muitos erros de passe e criação marcaram os primeiros 45 minutos do jogo.
 
No segundo tempo o Brasil de Pelotas abriu o placar em uma jogada pelo lado esquerdo, a bola foi batida cruzada, Marcelo Lomba espalmou e Felipe Garcia completou para o fundo das redes.
 
Depois do gol, o Brasil foi para cima e começou a criar jogadas perigosas ao sistema defensivo do Bahia, que por outro lado não conseguia criar nenhuma jogada que levasse perigo ao goleiro Eduardo Martini.
 
No final do jogo, a equipe do Bahia chegou ao gol do empate através de um gol contra do lateral-esquerdo Marlon.
No final da partida, o zagueiro Teko subiu mais do que o sistema defensivo do Tricolor e colocou a bola no fundo das do goleiro Marcelo Lomba, que mais uma vez, ficou no meio do caminho.
 
Brasil (RS) x Bahia
Brasileirão Série B – 12ª rodada
 
Local: Em Caxias do Sul (RS)
Data/Horário: 24/06/2016, às 21h30
Arbitragem: Igor Junio Benevenuto (MG); auxiliado por Breno Rodrigues (MG) e André Luiz Severo (PR).
 
Brasil (RS)
Eduardo Martini; Weldinho, Teco, Leandro Camilo e Marlon; Washington, Leandro Leite, Diego Oliveira (Clebson) e Marcos Paraná (Nathan); Ramon e Felipe Garcia. Técnico: Rogério Zimmermann.
 
Bahia
Marcelo Lomba; Danilo Pires, Éder, Lucas Fonseca e Moisés; Feijão, Juninho (Gustavo Blanco)  e Renato Cajá; Régis, Thiago Ribeiro (Zé Roberto) e Luisinho (João Paulo Penha). Técnico interino: Aroldo Moreira.

Do Portal Galáticos Online

Melhores momentos do bom jogo Grêmio 1x2 Vitória

             

"Baião": Imortalizado na voz de Luiz Gonzaga, e que já foi a dança da moda do Brasil, ritmo completa 70 anos

Em maio de 1946, o grupo vocal Quatro Azes e 1 Curinga lançou um 78 rotações, trazendo o samba De Quem É o Azar (Gil Lima/Nelson Teixeira), na face principal, e no lado B, Baião (Luiz Gonzaga/Humberto Teixeira). Nem o grupo, nem a gravadora tinham ideia da importância daquele disco, que só seria lançado para valer em outubro. O próprio Luiz Gonzaga somente gravaria baião dali a três anos.

Setenta anos depois, o baião é parte intrínseca do idioma da música popular brasileira e internacional, como o samba ou a bossa nova. Dominguinhos, autor de dezenas de baiões antológicos, considerava o baião a mais importante das estilizações realizadas por Luiz Gonzaga de ritmos nordestinos. Para ele, baião definia melhor a música nordestina do que o termo forró.

Há quem questione que a bossa nova tenha sido criada em prédios da Zona Sul carioca. O baião, não se tem dúvidas, nasceu num prédio da Rua Calógeras, entre o final da Zona Sul e início do Centro do Rio, no escritório do advogado Humberto Teixeira. Uma rua de trânsito movimentado, onde funciona até hoje um dos históricos pontos da boemia da então capital do país, o Vilarino.

Assim como alguns ritmos dançantes que importamos dos Estados Unidos, como o shimmy (no começo do século), ou mais tarde o mashed potatoes, ou o twist, o baião foi pensado como uma música e uma dança. Está explícito na letra, de Humberto Teixeira ("Eu vou contar pra vocês/como se dança o baião/e quem quiser aprender/é só prestar atenção"). Tal como outras danças da moda, o baião virou uma febre, porém durou mais do que uma temporada.

Num 78 rotações de 1950, que mereceria ter dois lados A (como foi feito, vinte anos depois, com o compacto dos Beatles que trazia Paperback Writer e Rain), Luiz Gonzaga gravou A Dança da Moda (com Zé Dantas) e Respeita Januário (com Humberto Teixeira). A Dança da Moda reflete em sua letra o domínio do baião na capital brasileira do entretenimento: "No Rio tá tudo mudado/Nas noites de São João/Em vez de polca e rancheira/O povo só pede, só dança o baião".

O impacto do baião alcançou uma dimensão difícil de se entender sete décadas depois. "Baião" virou a palavra da moda, com emprego generalizado.  Utilizada nas mais diversas situações. O cronista político Franklin de Oliveira, por exemplo, a utiliza num artigo escrito para a revista O Cruzeiro, em outubro de 1950: "Agora que vão se definindo em cortes nítidos os resultados das eleições de 3 de outubro, surge no espaço, insuflado pelos corifeus do partido vencedor, o baião da conciliação nacional".

Manuais de dança acrescentavam o baião aos ritmos que se deviam aprender, com o bolero, a rumba, e o foxtrot. Na mesma O Cruzeiro, numa página inteira dedicada a uma festa na mansão do ricaço e político paraibano Drault  Ernnany, vêem-­se casais elegantes dançando, e sob as fotos a legenda: "Swing? Não, baião, o ritmo que tomou conta do Brasil é aceito com agrado em todos os ambientes inclusive nos mais requintados. O samba continua em decadência. Sobe a cotação do bolero".

Nobreza
O reinado do baião teve rei, claro, Luiz Gonzaga, e demais títulos nobiliárquicos, curiosamente, quando o Brasil voltava ao regime presidencialista com o final da ditadura Vargas. Carmélia Alves, era a Rainha do Baião, Luiz Vieira seria o Príncipe, e Claudete Soares a Princesinha. Doutor, título respeitadíssimo no país dos bacharéis, também foi incluído na nobreza do baião, com os doutores Humberto Teixeira e Zé Dantas(médico obstetra).

Nos anos 50, foram poucos os astros do rádio que não embarcaram na moda do baião, de Cauby Peixoto a Emilinha Borba, Nelson Gonçalves, Ivon Cury, todos os grupos vocais, na cola do 4 Azes e 1 Curinga, Marlene, as orquestras, que até então se dedicavam a mambos e rumbas. Era uma época em que se saía pra jantar e dançar, baião, claro. "Em São Paulo, nas boates, tocava-­se baião na proporção de dez pra um" afirma um jornal paulista.

Em 1950, um terço da arrecadação da União Brasileira de Compositores (UBC) era destinado a autores de baiões. A glória da música adaptada do intermezzo da viola dos repentistas nordestinos chegou a Hollywood. Baião, a canção inaugural, foi incluída no filme Nancy Goes to Rio (Romance Carioca), com Carmem Miranda, recebendo o esdrúxulo título de Caroom Pa Pa (versão de Ray Gilbert), que depois funde-­se com um frevo.

Talvez isto tenha incentivado Humberto Teixeira a tentar um baião carnavalesco, Bate o Bombo, gravado por Emilinha Borba, em 1951. Emilinha fez sucesso naquele Carnaval, mas com o lado B do 78 de Bate o Bombo, a hoje clássica marchinha Tomara que Chova (Paquito/Romeu Gentil).

Do Portal Interior da Bahia/Fonte: Jornal do Commercio - Recife

Prato mais salgado: Assim como o feijão, preço do arroz deve registrar alta

feijaocomarroz
Foto: Divulgação
O prato tradicionalmente encontrado na mesa dos brasileiros está cada vez mais caro. E o feijão não é o único responsável. O arroz tem registrado elevação nos preços devido à produção menor, custos maiores nas importações e margem maior de comercialização imposta pelo varejo. 
De acordo com Vlamir Brandalizze, especialista em arroz e feijão, as margens de varejo para o pacote de arroz de arroz passaram de R$ 1 a R$ 2 por pacote de cinco quilos para R$ 3 a R$ 3,5. Já o feijão, que custava de R$ 1 a R$ 2 por quilo, subiu para R$ 3 a R$ 5, segundo a Folha de S. Paulo. 
O aumento está relacionado à tentativa, por parte das lojas de varejo, de buscar um equilíbrio de contas devido à queda de vendas em outros setores, afirmou o analista. A elevação do preço de arroz tem motivos similares à alta do feijão: área e produção serão menores. 
Neste ano, o Brasil destinou 14% menos hectares do que em 2014/15 para produção do grão, que recuou para 10,7 milhões de toneladas, ante 12,4 milhões do ano anterior. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) prevê consumo nacional em 11,5 milhões de toneladas.
Do Portal NS

Inscrições para o Fies do 2° semestre de 2016 já estão abertas

Rep-site-Fies
Foto: Site Fies
Com 75 mil vagas abertas, as inscrições, em uma única etapa, para o segundo processo seletivo do Fies deste ano começaram nesta sexta-feira (24), e seguem até as 23h59 da próxima quarta-feira, dia 29, exclusivamente pela internet. 
A partir do segundo dia de inscrições, o sistema de seleção apresentará as notas de corte parciais para cada curso. A consulta de vagas está disponível no portal do programa. A divulgação dos candidatos pré-selecionados está prevista para o dia 30 deste mês. 
Segundo o Ministério da Educação, este processo seletivo do Fies traz uma mudança no requisito da renda familiar mensal bruta, por pessoa, que passa de dois e meio para até três salários mínimos. 
Assim, podem participar do processo os candidatos que, além de cumprir esse critério de renda, tenham concorrido em alguma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtido nota mínima de 450 pontos na média das provas e nota na redação que não seja zero.  
Os pré-selecionados terão, então, cinco dias úteis, a partir de 1º de julho, para concluir a inscrição no SisFies. As convocações dos selecionados com base na lista de espera serão divulgadas no período de 8 de julho a 8 de agosto. 
Redação Notícias de Santaluz

Justiça decreta prisão de três acusados de participar de estupro coletivo no Rio

IMAGEM_NOTICIA_5 (3)
Foto: PC-RJ
A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de três acusados de participar do estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos, na zona oeste do Rio, ocorrido no último mês de maio. 
A prisão de Raí de Souza, Raphael Assis Duarte Belo e Moisés Camilo Lucena foi decretada pela 2ª Vara Criminal Regional de Jacarepaguá. Eles são acusados por estupro de vulnerável. Raí de Souza e Raphael Belo também respondem pelo crime de filmar cena pornográfica envolvendo adolescente. Raí ainda é acusado de divulgar essas imagens. 
A prisão temporária de Sérgio Luiz da Silva foi revogada, pois a denúncia dele foi rejeitada. Já o inquérito contra Lucas Perdomo Duarte Santos foi arquivado. O processo contra Marcelo Miranda da Cruz Correa e Michel Brasil da Silva ficará a cargo da Justiça Federal.
Do Portal NS

G-SAR será implantada em Serrinha e convida moradores locais para participarem do trabalho

O Grupo de Salvamento e Atividade de Risco (G-SAR) – é uma equipe de Resgate formado por profissionais de saúde voluntários, com sede em Feira de Santana e atuação em todo estado informa que está organizando sua implantação Serrinha-Ba para atender gratuitamente a população diante de situações envolvendo acidentes e situações de emergência.

O G-SAR é uma instituição privada, de caráter associativa independente, legalmente registrada e de caráter beneficente.

A instituição mantém suas atividades através de doações de empresas e comerciantes, a população não paga qualquer valor pelo serviço.

Já a parte operacional da Instituição é mantida por voluntários locais, selecionados e treinados para ajudar no atendimento e atividades do Grupo.

A Instituição convida moradores locais para fazer parte do trabalho, independente de sua formação, pois existem 04 áreas de atuação dentro da estrutura organizacional que o voluntário, mesmo sem possuir formação na área de saúde poderá ser inserido.

As áreas são: 1) área administrativa, formada por pessoas com qualquer formação, necessitando apenas possuir o nível médio e ser maior de 18 anos; 2) área de assessoramento, composta por profissionais com diversas formações, por exemplo, advogados, engenheiros, psicólogos, assistentes sociais, dentre outras); 3) área operacional, formada exclusivamente por enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos e condutores de ambulância; 4) área de apoio, formada por profissionais com as seguintes formações: técnico em segurança do trabalho, bombeiro civil ou militar, seguranças.

A Instituição destaca ainda que dentro desse processo de organização, que deve levar algumas semanas, o seu pleno funcionamento, se dará a partir da escolha de um imóvel adequado para funcionar como sua base, possibilitando que a equipe de emergencistas permaneça de plantão com a ambulância de resgate, aguardando o seu acionamento diante de qualquer necessidade de atendimento de emergência pela população. Para tal será disponibilizado seus números de contato de telefone fixo assim que a estrutura tiver plenamente organizada.

Se você quiser mais informações pode acessar o site do G-SAR,
WWW.GSARBRASIL.COM, No site você encontra vídeos sobre reportagens realizadas por meios de comunicação como TV Subaé e Jornal Folha do Estado e Acorda Cidade. Você também poderá entrar em contato via telefone 75-99 173 4775 (whats app)

Grupo de Salvamento e Atividades de Risco.
CNPJ 07.470.652.0001-39

Planalto vê ‘pá de cal’ para volta de Dilma após prisão de ex-ministro

LM_Nucleo_Institucional_Foto_Lula_Marques_016230620161
Foto: Lula Marques/ AGPT
Em momento crucial para a definição dos votos dos senadores em relação ao impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, a prisão do ex-ministro Paulo Bernardo, na quinta-feira, causou indignação no PT, que estranhou o fato no momento em que denúncias de corrupção atingiam o governo interino, e foi considerada pelo governo de Michel Temer como a “pá de cal” para as pretensões de volta de Dilma. 
Segundo O Globo, enquanto no Planalto o clima foi de alívio, a nova operação abateu os petistas, pois atingiu indiretamente a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), esposa do ex-ministro preso e linha de frente na defesa de Dilma na comissão do impeachment. 
O comando do PT e Gleisi atribuem as prisões a uma operação para desviar o foco de delações envolvendo a cúpula do governo Temer, anular a possibilidade de mudança de votos no Senado e de criminalizar o partido. Isolada no Palácio da Alvorada, onde aguarda o fim de seu julgamento, Dilma sumiu das redes sociais e passou a quinta-feira buscando detalhes da prisão para entender os motivos.
Do Portal NS

Duas testemunhas de defesa de Dilma são ouvidas pela Comissão do Impeachment

RSF_dilma_elpais_201606200069
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Foi iniciada na manhã desta sexta-feira (24) a reunião da Comissão Processante do Impeachment, no Senado, que deve contar com o depoimento de mais duas testemunhas de defesa da presidente afastada Dilma Rousseff. Serão ouvidos o ex-secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Emprego, Francisco José Pontes Ibiapina, e o diretor de Programas Especiais da Secretaria de Orçamento, Marcos de Oliveira Ferreira. 
Nesta quinta, segundo a Agência Brasil, os senadores tomaram o depoimento da ex-secretária de Orçamento Esther Dweck e do subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Anderson Lozi da Rocha. Esther Dweck negou que a edição de decretos de suplementação orçamentária, por Dilma, em 2015, tenha contribuído para o descumprimento da meta de superávit primário prevista para aquele ano. 
“Não há relação da meta com a edição dos decretos de jeito nenhum”. Anderson Lozi disse que a abertura de um crédito suplementar não significa que o valor será integralmente usado. De acordo com ele, só é usado o recurso da suplementação até o limite disponível já previsto em decreto de contingenciamento. A abertura do crédito apenas fornece a dotação necessária, a dotação orçamentária, explicou.
Do Portal NS