SSS Fardamentos Serrinha

SSS Fardamentos Serrinha

TERRENO

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO DUAS TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS (
Contato com Cival Anjos: 75-99121-4433)

sábado, 25 de outubro de 2014

Ex-ministro baiano do PCdoB parabeniza ataques da UJS à Veja


Orlando Silva

O ex-ministro dos Esportes Orlando Silva parabenizou, em uma postagem sua no Twitter, os integrantes da União da Juventude Socialista, organização comandada pelo PCdoB, que praticaram atos de vandalismo na noite desta sexta-feira (24) em frente à sede da revista Veja, na capital paulista. O comunista baiano foi eleito deputado federal por São Paulo nas eleições do último dia 5 de outubro.

Orlando Silva, que deixou a pasta em 2011 após divulgação de denúncias de desvio de dinheiro público do programa “Segundo Tempo” em benefício do seu partido, postou ter sentido “orgulho” da atitude dos jovens militantes comunistas, que tiveram “coragem” de “denunciar” a semanal.




Nesta sábado (25), entidades de imprensa e os dois candidatos à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) - a petista conta com apoio do PCdoB -, repudiaram o ato dos revoltosos praticado contra a sede da Editora Abril.

Disse Dilma neste sábado: “Eu lamento qualquer ato de vandalismo. Não concordo. Repúdio formas de violência. Isso é uma bárbarie. Deve ser coibido. Nós só podemos aceitar um padrão de discussão que seja pacífico, com argumentos, que defenda posições e que não ataque uns aos outros. Não se cria um país civilizado e democrático dessa forma”.

Disse Aécio: “Assistimos um atentado contra a democracia, contra a liberdade de expressão, o que já é uma marca extremamente preocupante dos nossos adversários. Ao tentar invadir e depredar a fachada de um importante veículo de comunicação, os manifestantes não atingem aquele veículo. Atingem o que temos de mais valioso, que é a liberdade de expressão no Brasil, a liberdade de imprensa. A democracia vive disso, das manifestações. E as contrárias devem ser respeitadas”.

Em nota, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) afirmou que “repudia veementemente" os ataques. "A Abert acompanha com preocupação episódios como o de ontem à noite, pois a entidade considera grave qualquer ato de intimidação à liberdade de imprensa. A Abert lembra que a Declaração de Chapultepec, da qual o Brasil é signatário, aponta uma imprensa livre ‘como uma condição fundamental para que as sociedades resolvam os seus conflitos, promovam o bem-estar e protejam sua liberdade’”.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcos Vinícus Coelho, afirmou que "nesse momento entendemos que o principal é termos a maturidade institucional para preservarmos a democracia brasileira".


Do Portal Bocão News

Bahia perde para Internacional e vira vice-lanterna

Outra vez não teve jeito, solução, reza preces ou velas amarelas. O Esporte Clube Bahia mostrando as mesmas deficiências e inofensividade que parece incorrigível, não resistiu por muito tempo e hoje à tarde jogando no Beira-Rio, como previsto, perdeu para o Internacional por 2 x 0, e quase que praticamente deu adeus para uma competição, que na base de muito sofrimento, luta para se manter inserido já por quatro anos.  

Alan Patric e Nilmar marcaram os gols do time gaúcho, um em casa tempo de jogo. ( Já outras informações) 

O resultado negativo somado com o triunfo esperado do Botafogo-RJ em cima do Flamengo por 2 x 1, conduziu o tricolor de aço para a vice-lanterna da competição, agora com 3 pontos abaixo do primeiro fora do Z4, o Esporte Clube Vitória que ao vencer o Criciúma hoje à tarde por 3 x 1, somou 34 pontos e nove triunfos.

Atolado e com dois metros de corda pendurado no pescoço, o Bahia encara o Palmeiras no próximo Domingo às 18h30 na Arena Fonte Nova, talvez, jogando seus últimos suspiros de vida útil no Brasileiro da Série A, diante da situação quase terminal. 

Do Portal Futebol Bahiano

Santaluz goleia Feira de Santana e se classifica para as oitavas de final do Intermunicipal

DSC_0349
Eri comemora gol com a torcida luzense | Foto: Notícias de Santaluz
A seleção luzense está classificada para a oitavas de final do Intermunicipal 2014 e em grande estilo. Após vencer a primeira partida fora de casa, no último domingo (19), Santaluz goleou Feira de Santana, na tarde deste sábado (25), por 4 a 1, no estádio Milton Goes. 
Santaluz abriu o placar logo no início do jogo, aos 3 minutos, em pênalti convertido por Robinho, que também marcou o terceiro gol. A goleada foi completada por Eri e Pitchaco. O lateral esquerdo Arilson descontou para Feira de Santana.
Ainda no primeiro tempo, Julinho sentiu o joelho direito após dividida de bola no meio campo e teve que deixar o campo de maca. O atacante foi submetido a tratamento com gelo e passará por avaliação médica nesta segunda-feira.
DSC_0348
Julinho será avaliado nesta segunda-feira | Foto: Notícias de Santaluz
O adversário de Santaluz nas oitavas será Mairí, que se classificou ao vencer Caém, por 1 a 0, neste domingo. A primeira partida será em Mairí, no próximo domingo, 2 de novembro. O jogo de volta será no dia 9, em Santaluz.
SANTALUZ 4 x 1 FEIRA DE SANTANA
SANTALUZ: Ju; Diego, João Carijé, Tuim e Ninho Malhador; Inho Gambirra (Pitchaco), Edmundo, Fábio e Robinho; Eri (Marquinhos) e Julinho (Igor Tanquinho). Técnico: Zé Carijé.
FEIRA DE SANTANA: Gueu; Iure (Danilo), Baby, Barone e Arilson; Hilder, Dinho (Bodão), Vinicius e Fau; Peu e Bigode. Técnico: Barbosinha.
Cartão Amarelo: Eri (Santaluz).
Gols: Robinho (duas vezes), Eri e Pitchaco (Santaluz); Arilson (Feira de Santana)
Confira os confrontos das oitavas de final:
As 16 seleções classificadas foram divididas em oito grupos de duas cada. Confira abaixo os confrontos que definirão as oito vagas nas quartas de final.
Jogos de ida: Remanso x Ipirá; Mairí x Santaluz; Cachoeira x Conceição do Coité; Santo Antônio de Jesus x São Francisco do Conde; Buerarema x Ibirataia; Itajuípe x Ibicaraí; Maragojipe x Itapetinga; Itamarajú x Eunápolis.
Redação Notícias de Santaluz

Fora de casa, Coité elimina Lauro de Freitas nos pênaltis e enfrentará Cachoeira nas oitavas

coite-x-lauro-de-freitas
Coité perdeu por 2 a 1 no tempo normal, mas se classificou após vencer por 3 a 2 nos pênaltis | Foto: Esporte Sisal
Depois de vencer o jogo de ida por 1 a 0, em casa, Conceição do Coité visitou Lauro de Freitas neste sábado (25), em confronto válido pela rodada de volta da segunda fase mata-mata do Intermunicipal 2014 e precisou novamente da sorte para se classificar. 
Após perder por 2 a 1, de virada, a seleção coiteense venceu por 3 a 2, nos pênaltis e garantiu vaga nas oitavas de final da competição. Na próxima fase, Coité encara Cachoeira, que arrancou empate por 3 a 3 no tempo regulamentar e venceu Santo Amaro, nos pênaltis, por 4 a 3.
Confira os confrontos das oitavas de final:
As 16 seleções classificadas foram divididas em oito grupos de duas cada. Confira abaixo os confrontos que definirão as oito vagas nas quartas de final.
Jogos de ida: Remanso x Ipirá; Mairí x Santaluz; Cachoeira x Conceição do Coité; Santo Antônio de Jesus x São Francisco do Conde; Buerarema x Ibirataia; Itajuípe x Ibicaraí; Maragojipe x Itapetinga; Itamarajú x Eunápolis.
Redação Notícias de Santaluz

Bahia escalado para enfrentar o Internacional

O Bahia enfrenta em poucos instantes o Internacional no Estádio do Beira-Rio. Para o jogo, o técnico Gilson Kleina não poderá contar com Guilherme Santos, suspenso por cartão vermelho. Marcos Aurélio, por questões contratuais. Rafinha, Kieza e Fahel todos machucados. 

Os substitutos já foram definidos e divulgados. O Bahia entra em campo com a seguinte formação 

Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Pará; Uelliton, Bruno Paulista, Rafael Miranda, Emanue Biancucchi e Diego Macedo; Henrique. Técnico: Gilson Kleina.

Vitória vence o Criciúma no Barradão e sai da zona

O Esporte Clube Vitória sofreu contra o Criciúma hoje à tarde no Barradão, no entanto de um gol do volante Cáceres marcado aos 19 minutos e dois de Edno aos 30 aos 39 do segundo tempo , o Leão obteve um triunfo importante na luta que trava para sobreviver na Série 

A. Vale o destaque para o golaço de Edno assinalado de bicicleta em um momento do jogo onde o Criciúma era melhor e mandava no jogo.

Jogo equilibrado em ambos em tempo de jogo com uma pequena e inconseqüente predominância do Vitória, mas que teve no goleiro Bruno seu maior empecilho com duas boas defesas. Já no segundo se transcorreu com o Criciúma melhor em campo e desta vez, foi o goleiro Wilson que barrou todas as investidas dos catarinenses.

Curiosamente no momento que o Criciúma estava melhor, Cáceres abriu o placar para o Vitória e quando pensamos que a tranqüilidade iria se instalar entre os rubro-negros, Rodrigo Souza de empatou para o Criciúma e azedou completamente os propósito do Vitória na luta que trava para escapar da zona de rebaixamento naquele momento.

Porém, veio o gol salvador marcado por Edno e depois Edno novamente fez 3 x 1 e ai sim, tranqüilizou os torcedores rubro-negros que mesmo insatisfeito com o rendimento do time, comemorou os três pontos além de importante.  Com o resultado, somado ao empate do Coritiba com o Gremio por 1 x 1, o Vitória pula fora da zona de rebaixamento.

O novo compromisso do Esporte Clube Vitória será no próximo sábado,(1º de Novembro) às 19h30 em Porto Alegre, local onde encara o Grêmio em mais uma cartada decisiva para o time baiano. 

Do Portal Futebol Bahiano

ACM Neto aponta fim do DEM depois das eleições

O Democratas (DEM), antigo PFL, pode ter um fim depois da eleição presidencial deste domingo (26). A sinalização é do prefeito de Salvador, uma das lideranças nacionais da agremiação. 
Segundo o Globo, seja qual for o resultado da eleição, o DEM deve caminhar para uma negociação com dez partidos considerados nanicos, que abrigam ao todo 24 deputados, para criar uma nova legenda.
“O DEM não vai mais existir como tal. Se Aécio ganhar, faremos uma fusão para crescer. Se Aécio perder, faremos uma fusão para sobreviver”, disse Neto. 
O DEM elegeu 22 deputados nas eleições do primeiro turno, e seus líderes imaginam chegar a 50. Esse caminho não é unânime. Há os que defendem se entregar nos braços do PSDB. Do Bahia Notícias.
Do Portal JC

Dilma tem 53%, e Aécio, 47% dos votos válidos, aponta Ibope

b782f574-5cf1-4cfd-8093-eefcc6b491e8
Aécio Neves e Dilma Rousseff durante o debate da Globo
Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República: Dilma Rousseff (PT): 53%, Aécio Neves (PSDB): 47%. Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. 
Votos totais - Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são: Dilma Rousseff (PT): 49%; Aécio Neves (PSDB): 43%; Branco/nulo: 5%; Não sabe/não respondeu: 3%.
Ibope ouviu 3.010 eleitores em 206 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01195/2014.
Do Portal Notícias de Santaluz

Datafolha aponta empate técnico entre Dilma e Aécio

dilmaaaaaaaa1
Os dois candidatos estão tecnicamente empatados dentro do limite da margem de erro, segundo o Datafolha
Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República: Dilma Rousseff (PT): 52%, Aécio Neves (PSDB): 48%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”. 
De acordo com o Datafolha, a presidente Dilma Rousseff (PT) chega à véspera da votação empatada tecnicamente com seu adversário, Aécio Neves (PSDB). Mas, segundo o instituto, “é maior a probabilidade de Dilma estar à frente”. No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 53%, e Aécio, 47%.
Votos totais - Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são: Dilma Rousseff (PT): 47%; Aécio Neves (PSDB): 43%; Em branco/nulo/nenhum: 5%; Não sabe: 5%. Os dois candidatos estão tecnicamente empatados dentro do limite da margem de erro.
Datafolha ouviu 19.318 eleitores em 400 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01210/2014.
Do Portal Notícias de Santaluz

Prédio da editora Abril é pichado durante protesto contra revista 'Veja'

Manifestantes picham muro da sede da editora Abril (Foto: Cauê Fabiano/G1)
O prédio onde fica a sede da Editora Abril, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, foi alvo de um ataque na noite desta sexta-feira (24), depois que a revista "Veja" publicou uma reportagem sobre o escândalo da propina na Petrobras.  

A revista afirma que o doleiro Alberto Youssef disse, em depoimento à Polícia Federal, que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinham conhecimento de um suposto esquema de corrupção na Petrobras que abasteceria campanhas do PT.  Segundo a revista, o doleiro não apresentou provas.

O tumulto na sede da editora Abril terminou com três pessoas detidas. De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 14º DP, de Pinheiros, por volta das 20h de sexta-feira cerca de 200 pessoas se reuniram em frente ao prédio da editora, com o apoio de um carro de som da União da Juventude Socialista. Eles jogaram muito lixo em frente ao prédio e picharam frases como “Veja mente” e “Fora Veja”. Exemplares da revista foram rasgados. Segundo a Polícia Civil, os detidos foram qualificados por pichação e liberados em seguida. Os suspeitos negaram envolvimento em atos de vandalismo e disseram que apenas participaram do protesto.

Procurada pelo G1, a editora Abril não havia se pronunciado sobre o protesto até a última atualização desta reportagem.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) afirmou em nota que “repudia veementemente os ataques”.  “A Abert acompanha com preocupação episódios como o de ontem à noite, pois a entidade considera grave qualquer ato de intimidação à liberdade de imprensa. A Abert lembra que a Declaração de Chapultepec, da qual o Brasil é signatário, aponta uma imprensa livre ‘como uma condição fundamental para que as sociedades resolvam os seus conflitos, promovam o bem-estar e protejam sua liberdade’”, diz a nota da associação.
A Ordem dos Advogados do Brasil também comentou o ataque ao prédio da editora Abril. Em entrevista à TV Globo, o presidente da OAB, Marcos Vinícus Coelho, disse que  é preciso investigar quem são os responsáveis pela pichação. "Vamos avaliar os fatos, vamos com calma e principalmente após as eleições verificar o que aconteceu efetivamente, porque nesse momento entendemos que o principal é termos a maturidade institucional para preservarmos a democracia brasileira", afirmou.
Delação premiada
Assim como o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, Youssef decidiu fazer um acordo de delação premiada, para contar o que sabe sobre o suposto esquema em troca de benefícios. Os depoimentos são protegidos por sigilo. Youssef foi preso pela Polícia Federal acusado de chefiar um esquema de lavagem de dinheiro – do qual Paulo Roberto Costa seria um dos integrantes – que teria movimentado R$ 10 bilhões. Nos depoimentos, Costa e Youssef teriam afirmado que o esquema se estendia à Petrobras e que políticos recebiam propina proveniente de contratos da estatal com fornecedores.

De acordo com a reportagem publicada nesta semana pela revista "Veja", Youssef foi indagado no depoimento sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema e teria respondido: "O Planalto sabia de tudo". "Mas quem do Planalto?", teria questionado o delegado. "Lula e Dilma", supostamente respondeu o doleiro. Youssef não apresentou provas.
A Procuradoria Geral da República informou que, no início da noite, recebeu uma  representação em nome da coligação do candidato a presidente pelo PSDB, Aécio Neves. Na representação, a coligação pede que as investigações sejam aprofundadas, "para se apurar a prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro, prevaricação e formação de quadrilha ou bando (associação criminosa), dentre outros".
Dilma
Em pronunciamento no horário eleitoral na tarde desta sexta, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, disse que a reportagem da revista "é um crime" e classificou a publicação como "terrorismo eleitoral". Segundo ela, a intenção da revista é interferir no resultado da eleição.

"É mais do que clara a intenção malévola da “Veja” de interferir de forma desonesta e desleal nos resultados das eleições. A começar pela antecipação de sua edição semanal para hoje, sexta-feira, quando, normalmente, chega às bancas no domingo. Mas como das outras vezes, em outras eleições, "Veja" vai fracassar no seu intento criminoso. A única diferença é que desta vez ela não ficará impune. A Justiça livre deste país seguramente vai condená-la por este crime", afirmou.

Para a presidente, a reportagem "envergonha a imprensa e agride a nossa tradição democrática". "Sem apresentar nenhuma prova concreta e mais uma vez baseando-se em supostas declarações de pessoas do submundo do crime, a revista tenta envolver diretamente a mim e ao presidente Lula nos episódios da Petrobras que estão sob investigação da Justiça. Todos os eleitores sabem da campanha sistemática que esta revista move há anos contra Lula e contra mim. Mas, desta vez, a Veja excedeu todos os limites", afirmou.

A revista "Veja" divulgou em seu site nota na qual justifica a publicação da reportagem. Segundo a nota, a antecipação da edição do fim de semana se repetiu em quatro das cinco últimas eleições presidenciais. A revista informou que o "grau de certeza" para publicação foi alcançado na quinta-feira, dois dias depois do depoimento de Youssef. Para a publicação, os fatos seriam os mesmos se publicados antes ou depois da eleição.

Mais tarde, a coligação de Dilma divulgou nota na qual informou que moverá quatro ações criminais contra a revista na Justiça: ação penal por calúnia e difamação contra o repórter que assina o texto e contra a revista; pedido de investigação à Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que apure o suposto vazamento de parte da delação de Alberto Yousseff; pedido de indenização do PT por imagens.

A coligação também informou que ajuizaria quatro ações eleitorais: pedido de direito de resposta na revista, no site da revista e nos demais veículos que reproduziram a reportagem, com pedido de liminar para que o direito de resposta seja exibido imediatamente; pedido para proibir que a revista faça qualquer tipo de publicidade do conteúdo por considerar que isso configura publicidade contra a campanha; representação no TSE para que se investigue supostos "abusos" cometidos pela publicação durante a campanha eleitoral; pedido para que o Facebook retire o conteúdo da reportagem da rede, por se tratar, segundo a coligação, de publicidade irregular.

Aécio Neves
Em pronunciamento a jornalistas no Rio, Aécio Neves classificou a denúncia como "extremamente grave".

"Determinei que hoje o PSDB ingressasse na Procuradoria Geral da República solicitando que essas investigações sejam aprofundadas em razão da sua gravidade, chamando a atenção ainda para uma parte do depoimento do senhor Youssef, que diz que um dos coordenadores da campanha do PT solicitava que fossem repatriados - portanto, que retornasse ao Brasil – R$ 20 milhões para a atual campanha eleitoral. Se comprovado isso, é a confirmação de que houve operação de caixa dois na atual campanha presidencial do PT", afirmou.

Segundo o candidato tucano, o Brasil "merece uma resposta daqueles que hoje governam" o país. "Infelizmente, até agora a única manifestação do PT foi pela censura. Foi pela retirada de circulação da maior revista nacional. Essa não é, certamente, a resposta que os brasileiros aguardam, e o TSE negou provimento a essa solicitação do PT. Não se trata de impedir a divulgação. O que o Brasil aguarda são esclarecimentos cabais e definitivos a partir dessas informações e dessas acusações", disse.

Segundo o coordenador jurídico da coligação, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), os supostos fatos narrados pela revista são "graves" e, se confirmados, configuram crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, corrupção ativa, peculato, prevaricação e crimes contra a ordem econômica.

Suspensão de propaganda
O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga concedeu na noite de sexta (24) liminar pedida pelo PT para obrigar a revista "Veja" a suspender a propaganda em rádio, TV, internet e redes sociais sobre a edição deste fim de semana, cuja circulação foi antecipada para sexta.  Para o ministro, a revista ultrapassou os limites da liberdade de expressão ao tentar prejudicar uma das candidaturas. A "Veja" ainda pode entrar com recurso. O plenário do TSE pode analisar o caso na sessão marcada para meio-dia deste sábado (25).

"No período eleitoral, compete a este Tribunal Superior velar pela preservação da isonomia entre os candidatos que disputam o pleito. Desse modo, ainda que a divulgação da Revista Veja apresente nítidos propósitos comerciais, os contornos de propaganda eleitoral, a meu ver, atraem a incidência da legislação eleitoral, por consubstanciar interferência indevida e grave em detrimento de uma das candidaturas.”, escreveu o ministro na decisão.
saiba mais
Do G1 São Paulo

CNT/MDA: Aécio inverte queda, volta a subir e passa à frente de Dilma Rousseff

Pesquisa CNT/MDA, divulgada neste sábado, mostra que Aécio Neves (PSDB) está numericamente à frente de Dilma Rousseff (PT). Importante ressaltar que Aécio inverteu a curva de queda e voltou a subir, configurando empate técnico.

Na pesquisa espontânea, o tucano aparece com 44,4% e Dilma, com 43,3%. Também na pesquisa estimulada, Aécio fica em primeiro lugar, com 45,3%, enquanto Dilma registra 44,7%.

Provavelmente, o debate da Rede Globo definiu as eleições, com grandes possibilidades de Aécio ser eleito presidente da República neste domingo.

A Pesquisa realizada 23 e 24 de outubro de 2014 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR - 01199/2014. Foram entrevistadas 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A pesquisa tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

Veja os números da pesquisa
INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE (ESPONTÂNEA)
Aécio Neves (44,4%), Dilma Rousseff (43,3%)
INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE (ESTIMULADA)
Aécio Neves (PSDB) – 45,3%
Dilma Rousseff (PT) – 44,7%
VOTOS VÁLIDOS
(percentual calculado excluindo os percentuais de branco, nulo e indecisos)
Aécio Neves (PSDB) – 50,3%
Dilma Rousseff (PT) – 49,7%
LIMITE DE VOTO
DILMA ROUSSEFF: é a única em que votaria (37,9%); é uma candidata em que poderia votar (17,3%); não votaria nela de jeito nenhum (43,3%); não conhece/não sabe quem é/ nunca ouviu falar (0,1%).
AÉCIO NEVES: é o único em que votaria (38,4%); é um candidato em que poderia votar (16,3%); não votaria nele de jeito nenhum (42,8%); não conhece/não sabe quem é/ nunca ouviu falar (1,1%).

Do Portal Interior da Bahia

Santaluz: Rede de esgoto cede e roda de caminhão fica presa no bairro Cunha Macedo

IMG-20141024-WA0033
Roda traseira do caminhão ficou presa no buraco | Foto: Leitor do Notícias de Santaluz
Um caminhão carregado com blocos afundou em um buraco no bairro Cunha Macedo (Invasão), no fim da tarde desta sexta-feira (24), em Santaluz. O incidente foi registrado por um leitor do Notícias de Santaluz, que enviou a imagem via WhatsApp
Segundo ele, a rede de esgoto cedeu e um dos pneus traseiros do veículo ficou preso no buraco. O caminhão foi retirado por uma pá carregadeira. 
Procurada, a secretaria municipal de obras informou que enviará uma equipe ao local para realizar os reparos na rede esgoto.
Redação Notícias de Santaluz

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Tesoureiro do PT desviou R$ 500 milhões da Fundação Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras

Na semana passada, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi identificado na engrenagem da corrupção que desviou bilhões da Petrobras. Agora surge o elo do comandante das finanças petistas com o doleiro Alberto Youssef na Fundação Petros, o fundo de pensão dos funcionários da Petrobras.

A Polícia Federal concluiu, nos últimos dias, a investigação sobre uma operação que causou prejuízo de R$ 13,9 milhões ao fundo. Mas o valor desviado nesta e em outras operações pode chegar a R$ 500 milhões, segundo os investigadores. No computador de Youssef, a PF encontrou uma pasta com 12 arquivos referentes a negócios do doleiro com a Petros. Quem teria intermediado a operação com ajuda de dois diretores indicados pelo PT para o fundo foi Vaccari. Um deles seria Luiz Carlos Fernandes Afonso, que chegou a presidir a entidade entre 2011 e 2014.

Além deles, a PF registra a participação de um político “de grande influência” no governo. Ele teria conseguido no Ministério da Fazenda a liberação de um seguro necessário ao investimento. Segundo o advogado Carlos Alberto Costa, espécie de testa de ferro de Youssef, o recurso foi desviado para “pagamento de propina” aos funcionários da Petros.

Costa já havia denunciado o caso à PF em agosto e depois detalhou o caso em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro. Agora, os investigadores cruzaram as declarações com documentos do computador do doleiro e relatórios de movimentação financeira das empresas usadas pelo grupo. Confirmaram, por exemplo, que a Petros foi induzida a investir num negócio que se sabia irregular.

Empresa falida
Os quase R$ 14 milhões foram usados na compra de uma cédula bancária emitida pelo Banco Banif Primus como antecipação de recebíveis de um contrato de venda de ferro-gusa, firmado entre a Indústria Metais do Vale (IMV) e a siderúrgica Barra Mansa. Ocorre que a IMV era uma empresa falida. Para habilitá-la como investimento seguro ao segundo maior fundo de pensão do País, Youssef e o deputado José Janene (morto em 2010) iniciaram um plano de recuperação judicial, injetaram nela R$ 4 milhões por meio da CSA Project Finance e entregaram o projeto na mão de Claudio Mente, empresário muito amigo de Vaccari.

O tesoureiro do PT acionou o então diretor financeiro da Petros Luis Carlos Fernandes Afonso e o gerente de novos projetos Humberto Pires Grault. “Emitiram nota através de outras empresas e o recurso foi desviado para pagamento de propina para os funcionários da Petros”, disse Costa à Justiça. Afonso foi nomeado diretor em 2003. Ele tem longa ficha de serviços prestados ao PT, tendo sido secretário de Finanças do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel, assassinado em 2002.

Grault, apadrinhado pela cúpula partidária, já passou por vários fundos de pensão e conselhos de empresas controladas. Da Petros, ele foi para a Funcef, nomeado como gerente na diretoria de participações, chefiada por Carlos Borges. Foi Borges quem recebeu Youssef em março deste ano, numa reunião privada, a pedido do deputado André Vargas, para apresentar uma “proposta de investimento”. Tanto Afonso como Grault respondem por denúncias de improbidade.

Dinheiro virou pó…
No depoimento à Justiça, Carlos Costa alerta que a negociata com a IMV em 2006 foi apenas “a primeira operação”. Muitas outras vieram. A próxima suspeita na lista da PF é a barragem de Apertadinho, na qual a Petros colocou R$ 62,4 milhões em troca de cédulas de crédito bancário. Como se sabe, a barragem – construída pela empreiteira Schain e EIT – desmoronou e o dinheiro virou pó.

Laudo pericial do Ministério Público Federal revela que, por mais de uma vez, valores repassados pela Petrobrás para o Consórcio CNCC – controlado pela construtora Camargo Corrêa – nas obras da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, em apenas 24 horas iam parar nas contas das empresas do doleiro Alberto Youssef.

Preso na Operação Lava Jato, Youssef é acusado de pagar propinas a políticos e a partidos. Ele está fazendo delação premiada. Já apontou pelo menos 28 parlamentares como supostos beneficiários de propinas.

O laudo não imputa ilícitos às partes envolvidas na transação. Para a Justiça, a Petrobrás é vítima da organização criminosa da Lava Jato.

O documento indica o trajeto das transferências bancárias que iam aportar nas empresas de fachada do doleiro. A perícia foi anexada aos autos do processo federal sobre desvios e superfaturamento na refinaria.

Repasses relâmpagos
Em um dos repasses analisados, a Petrobrás adiantou R$ 6,62 milhões para o Consórcio CNCC em 17 de janeiro de 2011. No mesmo dia, o Consórcio transferiu por meio de TED (Transferência Eletrônica Disponível) para a Sanko Sider, fornecedora de tubos para a obra, R$ 5,91 milhões. No dia seguinte, a Sanko repassou para a MO Consultoria, empresa de fachada de Youssef, R$ 1,7 milhão.

Ainda no dia 18, a MO Consultoria repassou R$ 238,5 mil para a conta da Labogen Química Fina, por meio duas TEDs. A indústria também era controlada, segundo a PF, pelo doleiro. No mesmo dia, a Labogen envia também por meio de TED R$ 238,5 mil para a Pionner Corretora de Câmbio. O laudo aponta ainda que operações semelhantes ocorreram diversas vezes, várias delas no prazo de um dia.

Os peritos identificaram 17 conjuntos de operações que “evidenciam que as empresas Sanko recebem recursos do Consórcio CNCC e da Construtora e Comércio Camargo Corrêa nas obras da Abreu e Lima e realizaram transferências para as investigadas (empresas de fachada de Youssef) em datas idênticas, ou próximas”.

Fausto Macedo, Mateus Coutinho e Ricardo Brandt – Estadão

Matéria extraída do Portal Interior da Bahia

Em qual pesquisa acreditar?

Neste período que antecede as eleições do segundo turno que acontecem neste domingo (26) para Presidente da República surgem muitas pesquisas, mas em qual acreditar?

A do Istoé/Sensus e a do Instituto Veritá dão vitória para Aécio Neves do (PSDB) por 54,6% a 45,4% e 53% a 46%, respectivamente, sobre Dilma Rousseff (PT).

Enquanto isto, Dilma vence Aécio nas do IBOPE por 54% a 46% e do Datafolha por 53% a 47%.

Como acreditar em qualquer um destes institutos, pois cada um dá o seu resultado diferente do outro em favor de determinado candidato?

Não dá para o eleitor se basear por nenhuma. O lado positivo é que aqueles eleitores que não tem opiniões próprias e votam em quem estiver na frente não tem como se basearem se votam neste ou naquele.

Só neste domingo, a partir das 19h (horário da Bahia) é que começaremos a saber quem vai governar o país por 4 anos.

Por Cival Anjos


Coité: Mais Um Jovem Foi Assassinado A Tiros Na Zona Rural

Por volta das 19h30 desta sexta-feira (24), mais um jovem foi assassinado na zona rural de Conceição do Coité. O crime aconteceu na Fazenda Lagoa Ferrada, região do Distrito de Aroeira.
Segundo informação, a vitima foi um jovem conhecido por Janinho, tinha 19 anos, morava na Fazenda Lagoa Cavada, na mesma região. Informações dão conta, que a vitima estava em um bar, ao sair do estabelecimento foi surpreendido por um indivíduo que sacou a arma de fogo e efetuou vários disparos, o jovem morreu no local.
A motivação e autoria do crime são desconhecidas para policia. Sobe para 22 vitimas de homicídio em Coité em 2014. O caso deve ser investigado pela policia civil, o município ainda está sem delegado.
Do AL Notícias/Fonte: Informe Bahia